João Airas de Santiago


Ir-vos queredes, amigo,
daqui, por me fazer pesar,
e, pois vos queredes quitar
daqui, vedes que vos digo:
5       quitade bem o coraçom
       de mim, e ide-vos entom.
  
E pois vos ides, sabiades
que nunca maior pesar vi,
e, pois vos queredes daqui
10partir, vedes que façades:
       quitade bem o coraçom
       de mim, e ide-vos entom.



 ----- Diminuir letra

Nota geral:

Se o seu amigo quer dar-lhe o desgosto de partir, a donzela sugere-lhe que o melhor então será tirá-la do seu coração para sempre.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amigo
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 1051, V 641

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1051

Cancioneiro da Vaticana - V 641


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

João Ayras  

Versão de Tomás Borba