João Garcia - Todas as cantigas

Ver com anotações <


Cancioneiros:

B 845, V 431
(C 845)

Descrição:

Cantiga de Amigo

Refrão

Donas, fezerom ir daqui
o meu amig'a meu pesar,
e quem m'este mal fui buscar
guise-lhi Deus por end'assi:
5       que lhi venha, com'a mi vem,
       pesar onde desejar bem.
  
E veja-s'em poder d'amor
que rem nom lhi possa valer,
e quem [m]'este mal foi fazer,
10guise-lh'assi Nostro Senhor:
       que lhi venha, com'a mi vem,
       pesar onde desejar bem.
  
Ca o fezerom ir por mal
de mi e destes olhos meus,
15e quem m'este pesar fez, Deus
lhi mostre cedo pesar tal
       que lhi venha, com'a mi vem,
       pesar onde desejar bem.
  
[E] venha-lhi pesar por en
20de Deus ou de mi ou d'alguém.


Ver com anotações <


Cancioneiros:

B 846, V 432

Descrição:

Cantiga de Amigo

Refrão

A meu amigo, que eu sempr'amei,
des que o vi, mui mais ca mim nem al,
foi outra dona veer por meu mal;
mais eu, sandia, quando m'acordei,
5       nom soub'eu al em que me del vengar
       senom chorei quanto m'eu quis chorar.
  
Mailo amei ca mim nem outra rem,
des que o vi, e foi-m'ora fazer
tam gram pesar que houver'a morrer;
10mais eu, sandia, que lhe fiz por en?
       Nom soub'eu al em que me del vengar
       se nom chorei quanto m'eu quis chorar.
  
Sab'ora Deus que no meu coraçom
nunca rem tiv[i] ẽno seu logar,
15e foi-mi ora fazer tam gram pesar;
mais eu, sandia, que lhe fiz entom?
       nom soub'eu al em que me del vengar
       se nom chorei quanto m'eu quis chorar.