Pero Meogo


Preguntar-vos quer'eu, madre
que mi digades verdade:
       se ousará meu amigo
       ante vós falar comigo.
  
 5Pois eu mig'hei seu mandado,
 querria saber de grado
       se ousará meu amigo
       ante vós falar comigo.
  
Irei, mia madre, a la fonte
 10u vam os cervos do monte;
       se ousará meu amigo
       ante vós falar comigo?



 ----- Aumentar letra

Nota geral:

A moça pergunta à mãe se acredita realmente que o seu amigo ousará falar com ela na sua presença. É esta pergunta retórica (pois decerto ele não ousará) que justifica o que diz na última estrofe: irá ter com ele à fonte "onde os cervos vão beber".



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amigo
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 1190, V 795
(C 1190)

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1190

Cancioneiro da Vaticana - V 795


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas