D. Dinis


Amiga, bom grad'haja Deus
do meu amigo que a mi vem,
mais podedes creer mui bem,
quando o vir dos olhos meus,
5       que possa aquel dia veer
       que nunca vi maior prazer.
  
Haja Deus ende bom grado
porque o faz viir aqui,
mais podedes creer per mim,
10quand'eu vir o namorado,
       que possa aquel dia veer
       que nunca vi maior prazer.



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

Falando com uma amiga, a donzela exprime a sua alegria pela chegada iminente do seu amigo.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amigo
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 560, V 163

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 560

Cancioneiro da Vaticana - V 163


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas