João Zorro

Tomás Borba, Compositor

Composição/Recriação moderna
Década de 20/30 do século XX

Read musical score Read musical score

Musicians involved

Compositor Tomás Borba
Canto


No audio available


A versão musical nunca foi gravada.

Original cantiga Quem visse andar fremosĩa

Quem visse andar fremosĩa
com'eu vi, d'amor coitada
e tam muito namorada
que chorando assi dizia:
       "Ai amor, leixedes-m'hoje de sô lo ramo folgar,
       e depois treides-vos migo meu amigo demandar".
Quem visse andar a fremosa
com'eu vi, d'amor chorando
e dizendo e rogando
por amor da Gloriosa;
       "Ai amor, leixedes-m'hoje de sô lo ramo folgar,
       e depois treides-vos migo meu amigo demandar".
Quem lhi visse andar fazendo
queixumes d'amor d'amigo,
que havia sempre sigo,
e chorando assi dizendo:
       "Ai amor, leixedes-m'hoje de sô lo ramo folgar,
       e depois treides-vos migo meu amigo demandar".