People referred

People referred in the cantigas

D. Constança



Description

Deverá tratar-se de D. Constança Martins (c.1190-c.1255), mulher de D. Múnio Fernandes de Rodeiro, nobre galego que desempenhou importantes cargos, tendo sido meirinho real da Galiza entre 1237 e 1253. D. Múnio era, ao que tudo indica, sobrinho de D. Paio Moniz de Rodeiro, eventualmente o pai da donzela referida na conhecida cantiga da garvaia (que seria, portanto, prima de D. Múnio). A linhagem dos Rodeiro teve grande protagonismo na época e uma importante participação na administração da Igreja de Santiago. Yara Frateschi Vieira e Souto Cabo1, que se debruçaram com alguma demora sobre o assunto, crêem que em casa dos Rodeiro (portanto, de D. Constança) terá funcionado uma precoce corte poética, cujo papel no estabelecimento da escola trovadoresca galego-portuguesa teria sido significativo.


References

1 Souto Cabo, José António e Vieira, Yara Frateschi (2004), ”Para um novo enquadramento histórico-literário de Airas Fernandes, dito «Carpancho»”, Revista de Literatura medieval, XVI/1, Universidad de Alcalá.
      Go to web page


Cantigas referring this person



Pois que se nom sente a mia senhor, Airas Carpancho
   (Line 6): que a vi em cas Dona Co[n]stança!