Galisteu Fernandes - All cantigas

View annotations <


Cancioneiros:

B 1111, V 701
(C 1111)

Description:

Cantiga de Amor

Refrão

Dizem-mi ora que nulha rem nom sei
d'home coitado de coita d'amor,
e desta coita sõo sabedor
por aquesto que vos ora direi:
5       pela mia coita entend'eu mui bem
       quem há coita d'amor e que lh'avém:
  
há desejos e mui pouco prazer,
ca 'ssi fiz eu, mui gram sazom há já,
por ũa dona que mi coita dá,
10e por aquesto vos venho dizer:
       pela mia coita entend'eu mui bem
       quem há coita d'amor e que lh'avém.


View annotations <


Cancioneiros:

B 1111bis, V 702

Description:

Cantiga de Amor

Refrão

[............................................
.........................] meu trobar
mi muitas vezes oírom loar;
e nom lhis quer'eu mais desto dizer:
5       é mia senhor e parece mui bem,
       mais nom é senhor de mi fazer bem.
  
Têm-m'em tal coita que nunca vi
hom'em tal coita, pero preit'est'é
que lhis diga por quem trob'e quem é;
10a meus amigos digo-lhis assi:
       é mia senhor e parece mui bem,
       mais nom é senhor de mi fazer bem.
  
Preguntam-me nom sei em qual razom
que lhis diga quem est a que loei
15em meu trobar, sempre quando trobei;
e digo-lhis eu, se Deus mi perdom:
       é mia senhor e parece mui bem,
       mais nom é senhor de mi fazer bem,
  
porque nom quer; ca, se lhi prouguess'en,
20nom mi verria quanto mal mi vem.


View annotations <


Cancioneiros:

B 1256, V 861
(C 1256)

Description:

Cantiga de Amigo

Refrão

O voss'amigo foi-s'hoje daqui
mui triste, amiga, si mi venha bem,
porque nom ousou vosco falar rem,
e manda-vos esto rogar per mi:
5       que perça já de vós med'e pavor
       e falará vosc', amiga, melhor.
  
O voss'amigo nom pode perder
pavor, amiga, se por esto nom:
[por] perdõardes-lhi de coraçom,
10e manda-vos el rogar e dizer
       que perça já de vós med'e pavor
       e falará vosc', amiga, melhor.
  
Quando s'el foi, chorou muito dos seus
olhos, amiga, se mi venha bem,
15porque nom ousou vosco falar rem,
e manda-vos esto rogar por Deus,
       que perça já de vós med'e pavor
       e falará vosc', amiga, melhor.
  
Veja-se vosc', e perderá pavor
20que há de vós, e éste o melhor.


View annotations <


Cancioneiros:

B 1257, V 862

Description:

Cantiga de Amigo

Refrão

Meu amigo sei ca se foi daqui
trist', amiga[s], porque m'ante nom viu,
e nunca mais depois el ar dormiu,
nem eu, amiga[s], des que o nom vi,
5       nunca depois dormi, per bõa fé,
       des que s'el foi, porque nom sei que é
  
del, amigas, e agora serei
morta porque o nom posso saber,
nem mi sab'hoje nulh'home dizer
10o que del est, e mais vos en direi:
       nunca depois dormi, per bõa fé,
       des que s'el foi, porque nom sei que é
  
del, amigas, e and'ora por en
tam triste que me nom sei conselhar,
15nem mi sab'home hoje recado dar
se verrá ced', e mais vos direi en:
       nunca depois dormi, per bõa fé,
       des que s'el foi, porque nom sei que é
  
del, amigas, e se el coitad'é
20por mi com'eu por el, per bõa fé.


View annotations <


Cancioneiros:

B 1258, V 863

Description:

Cantiga de Amigo

Refrão

- Por Deus, amiga, que pode seer
de voss'amigo que morre d'amor
e de morrer há já mui gram sabor,
pois que nom pode vosso bem haver?
5- Non'o haverá enquant'eu viver,
       ca já lhi diss'eu que se partiss'en
       e, se há coita, que a sofra bem.
  
- Tenh'eu, amiga, que prol nom vos há
do voss'amigo já morrer assi,
10ante tenho que o perdedes i
se per ventura vosso bem nom há.
- Par Deus, amiga, non'o haverá,
       ca já lhi diss'eu que se partiss'en
       e, se há coita, que a sofra bem.
  
15- Bem sodes desmesurada molher
se voss'amor nom pod'haver, de pram,
e bem sei que por mal vo-lo terrám,
amiga, se vosso bem nom houver.
- Nunca o haverá, se Deus quiser,
20       ca já lhi diss'eu que se partiss'en
       e, se há coita, que a sofra bem.
  
- Par Deus, amiga, mui guisado tem
de sofrer coita [e] quer morrer por en.
  
- Se morrer, moira, ca nom dou eu rem
25d'assi morrer, ante mi praz muit'en.
  
- Por ess', amiga, venha mal a quem
vos amar, pois tal preito per vós vem.


View annotations <


Cancioneiros:

B 1259, V 864

Description:

Cantiga de Amigo

Refrão

Dizem do meu amigo ca mi fez pesar,
pero vẽo-m'ora el, amigas, rogar
       ca mi queria tanto pesar fazer
       quanto o querria de mi receber.
  
5Disserom-m', ai amigas, ca mi buscou mal,
pero vẽo-m'ora [el] jurar jura tal:
       ca mi queria tanto pesar fazer
       quanto o querria de mi receber.
  
Soub'el estas novas e vẽo ante mi
10chorand[o], ai amigas, e jurou-m'assi:
       ca mi queria tanto pesar fazer
       quanto o querria de mi receber.