Anónimo

Rubrica:

  

Este lais fezerom donzelas a dom [L]ançarot quando estava na Ínsoa da Lidiça, quando a Rainha Genevra [o] achou com a filha do Rei Peles, e lhi defendeu que nom parecesse ant’ela.


  Ledas sejamos hojemais!
E dancemos! Pois nos chegou
e o Deus connosco juntou,
cantemos-lhe aqueste lais!
5       Ca est'escudo é do melhor
       homem que fez Nostro Senhor!
  
Com [e]st'escudo gram prazer
hajamos! E cantemos bem!
E dancemos a nosso sem,
10pois lo havemos em poder!
       Ca est'escudo é do melhor
       homem que fez Nostro Senhor!
  
Oi nos devemos [a]legrar,
dest'escudo, que Deus aqui
15troux'e façamo-lo assi:
puinhemos muit'eno honrar!
       Ca est'escudo é do melhor
       homem que fez Nostro Senhor!



 ----- Increase text size ----- Decrease text size

General note:

Último dos cinco lais que abrem o Cancioneiro da Biblioteca Nacional. Também em forma de bailada como o segundo, não se conhece nenhuma fonte direta para a composição. Tematicamente, no entanto, ela é inspirada no episódio designado "a loucura de Lancelot", que se encontra no Lancelot du Lac do ciclo da Vulgata, e, amplificado, no Roman du Graal do ciclo pós-Vulgata. Sharrer (19881) transcreve a passagem que estará no origem do lai: "Et quant les damoyselles orent vue la jouste, elles viennent a l´ecu et ly enclinent toutes, et puis commencent a karoler et a chanter et disoient en leur chanson: ´Voirement est ce ly escus au meilleur chevalier du monde´" (e quando as donzelas acabaram de ver a justa, vieram ao pé do escudo e inclinaram-se perante ele, e depois começaram a cantar e diziam na sua canção: "Verdadeiramente este é o escudo do melhor cavaleiro do mundo") .

References

1 Sharrer, Harvey (1988), “La materia de Bretaña en la poesía gallego-portuguesa.” in Actas del I Congreso de la Asociación Hispánica de Literatura Medieval: Santiago de Compostela, 1985, Ed.Vicenç Beltrán. Barcelona: PUP, Barcelona: PUP.



General note


Description

Lai
Refrão
Cobras singulares
(Learn more)


Manuscript sources

B 5, L 5
(C 5)

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 5


Musical versions

Originals

Unknown

Contrafactum

Unknown

Modern Composition or Recreation

Unknown