Afonso X


Dom Airas, pois me rogades
que vos di[g]a meu conselho,
direi-vo-lo em concelho:
por bem tenh'eu que vaades
5       mui longe de mi e mui com meu grado.
  
E por eu [vos] bem conselhar
nom dé-vos com estar peior,
ca vos conselh'eu o milhor:
10que vaades ora morar
       mui longe de mi e mui com meu grado.
  
Conselho vos dou d'amigo;
e sei, se o vós fezerdes
15e me daquesto creverdes,
morar[e]des u vos digo:
       mui longe de mi e mui com meu grado.



 ----- Increase text size

General note:

Partindo da hipótese que este D. Airas possa ser o trovador João Airas de Santiago, esta cantiga poderá ser a jocosa resposta do rei a uma outra de João Airas, na qual o trovador galego ameaça, também risonhamente, Afonso X de ir a Portugal procurar melhor justiça, se o rei não o quiser defender de um marido exaltado.
Formalmente, deveria tratar-se de uma cantiga de seguir, já que Afonso X utiliza parodicamente o refrão de uma cantiga de amigo de Fernão Froiaz.



General note


Description

Escárnio e Maldizer
Refrão
Cobras singulares
(Learn more)


Manuscript sources

B 473

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 473


Musical versions

Originals

Unknown

Contrafactum

Unknown

Modern Composition or Recreation

Unknown