Fernão Rodrigues de Calheiros


Dê'lo dia em que eu amei
mia senhor e lhi quis gram bem,
maior que mi nem outra rem,
sempr'eu punhei em lhi buscar,
5quant'eu soubi, maior pesar;
mais ora nom me saberei
conselhar quando lh'haverei,
sem meu grad', a buscar prazer.
  
E o pesar vos mostrarei
 10(que nada nom negarei en)
que lhi fiz: que nom pud'al bem
querer, poila vi, nem amar:
atanto lhi fiz de pesar;
mais gram prazer lhi per farei
15ora, quando m'alongarei
d'u a eu soía a veer.
  
E pod'ũa cousa creer
bem mia senhor, se lhi prouguer:
que, pois eu esto feito hoer,
20aquela rem nunca será
que a mim grave seja já,
por nulha rem, de cometer,
s[e] eu esto posso fazer.
Mais cuido que nom poderei!



 ----- Increase text size

General note:

Considerando o trovador que, desde que conheceu a sua senhora, só lhe causou desgosto, importunando-a com o seu amor, quer agora dar-lhe algum prazer - e que será o de se afastar dela. Se conseguir fazer isto, já nada será difícil ou doloroso para ele. Mas duvida que consiga.



General note


Description

Cantiga de Amor
Mestria
Cobras doblas
Palavra perduda: v. 8 de cada estrofe
(Learn more)


Manuscript sources

B 55

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 55


Musical versions

Originals

Unknown

Contrafactum

Unknown

Modern Composition or Recreation

Unknown