Airas Peres Vuitorom or Mem Rodrigues Tenoiro


Dom Estêvam, eu eiri comi
em cas del-rei, nunca vistes melhor,
e contarei-vo-l'o jantar aqui,
ca x'há home de falar i sabor:
5nom virom nunca já outro tal pam
os vossos olhos, nem ar veerám
outro tal vinho aqual eu i bevi.
  
Nem vistes nunca, se Deus mi perdom,
melhor jantar, e contar-vo-lo-ei:
10há dez anos que nom vistes capom
qual eu i houve, nem vistes, bem sei,
melhor cabrito, nem vistes atal
lombo de vinh'e d'alhos e de sal,
qual mi a mi deu i um de criaçom.
  
15Nem vistes nunca nulh'home comer
com'eu comi, nem vistes tal jantar,
nem vistes mais viços'home seer
do que eu sevi, em nẽum logar,
ca a mim nom minguava nulha rem;
20e mais viços'home de comer bem
nom vistes nem havedes de veer.



 ----- Increase text size ----- Decrease text size

General note:

Cantiga contra D. Estêvão, um dos alvos predilectos dos trovadores e jograis afonsinos da época, que lhe dirigem numerosas cantigas, geralmente em forma de equívoco, a propósito de variados vícios e defeitos. Aqui as alusões são à sua cegueira, num equívoco relativamente claro, baseado na insistência no verbo ver.
Quanto à identidade deste D. Estêvão e ao contexto em que se insere o ciclo de cantigas que lhe são dirigidas, veja-se a explicação que fornecemos na Nota Geral a uma outra composição de Airas Peres de Vuitorom (bem como a nota antroponímica ao v. 1).



General note


Description

Cantiga de Escárnio e maldizer
Mestria
Cobras singulares
(Learn more)


Manuscript sources

B 1473, V 1084
(C 1473)

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1473

Cancioneiro da Vaticana - V 1084


Musical versions

Originals

Unknown

Contrafactum

Unknown

Modern Composition or Recreation

Unknown