Song with proverb:
Qual concelho, tal campana
  (line 8)

Afonso Lopes de Baião


Deu ora el-rei seus dinheiros
a Belpelho, que mostrasse
em alardo cavaleiros
e por ric'homem ficasse;
 5e pareceo o Sarilho
com sa sela de badana:
qual ric'homem, tal vassalo,
qual concelho, tal campana!      ←



 ----- Increase text size ----- Decrease text size

General note:

A mesma personagem da cantiga anterior, D. Mendo de Briteiros, agora numa composição muito curta (e que, por isso mesmo, parece estar incompleta), na qual o vemos a preparar-se para apresentar ao rei os seus homens de armas, pelos vistos sem grandes resultados, já que só um teria aparecido. Note-se que o estatuto de rico-homem implicava a chefia de uma mesnada, um corpo militar de vassalos, obviamente a cargo do senhor.
A cantiga não tem numeração em B, seguindo imediatamente a anterior.



General note


Description

Cantiga de Escárnio e maldizer
Fragmento
(Learn more)


Manuscript sources

B 1471bis, V 1082

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1471bis

Cancioneiro da Vaticana - V 1082


Musical versions

Originals

Unknown

Contrafactum

Unknown

Modern Composition or Recreation

Unknown