People referred in the song:
  (line 1)

Estêvão da Guarda


Ora é já Martim Vaasques certo      ←
das planetas que tragia erradas,      ←
Mars e Saturno, mal aventuradas,      ←
cujo poder trax em si encoberto:      ←
5ca per Mars foi mal chagad'em peleja,      ←
 e per Saturno cobrou tal egreja      ←
sem prol nẽũa, em logar deserto.      ←
  
Outras planetas de boa ventura      ←
achou per vezes em seu calandairo,      ←
 10mais das outras que lh'andam em contrairo,      ←
cujo poder ainda sobr'el dura,      ←
per ũa delas foi mui mal chagado      ←
e pela outra cobrou priorado      ←
  u tem lazeira em logar de cura.      ←
  
15El rapou barva e fez gram coroa      ←
e cerceou seu topet'espartido      ←
e os cabelos cabo do oído,      ←
cuidand'haver per i egreja boa;      ←
mais Saturno lha guisou de tal renda,      ←
20u nom há pam nem vinho d'oferenda      ←
nem, de herdade, milho pera boroa.      ←
  
E pois el é prior de tal prevenda,      ←
 convém que leix'a cura e atenda      ←
 a capela igual a sa pessoa.      ←



 ----- Increase text size ----- Decrease text size

General note:

Terceira cantiga que Estêvão da Guarda dedica a esta personagem (ver restantes) Afinal Martim Vasques sempre conseguiu uma paróquia - mas, ao contrário das suas previsões astrológicas, tão pobre e desterrada era que nem milho para broa dava. A culpa seria, obviamente, de Marte e Saturno, que lhe tinham sido desfavoráveis. Os pormenores do retrato do infeliz clérigo denotam um excelente observador.



General note


Description

Cantiga de Escárnio e maldizer
Mestria
Cobras singulares
Finda
(Learn more)


Manuscript sources

B 1325, V 931

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1325

Cancioneiro da Vaticana - V 931


Musical versions

Originals

Unknown

Contrafactum

Unknown

Modern Composition or Recreation

Unknown