Lourenço


Amiga, des que meu amigo vi,
el por mi morr'e eu ando des i
       namorada.
  
Des que o vi primeir'e lhi falei
5el por mi morre e eu del fiquei
       namorada.
  
Des que nos vimos, assi nos avém:
el por mi morr'e eu ando por en
       namorada.
  
10Des que nos vimos, vêde'lo que faz:
el por mi morr'e eu and[o] assaz
       namorada.



 ----- Increase text size ----- Decrease text size

General note:

Pequena mas bela cantiga da amigo na qual a moça descreve a uma amiga, de forma tão simples quanto poeticamente eficaz, o modo como ela e o seu amigo se apaixonaram e o que sentem desde então.



General note


Description

Cantiga de Amigo
Refrão
Cobras singulares
(Learn more)


Manuscript sources

B 1264, V 869

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1264

Cancioneiro da Vaticana - V 869


Musical versions

Originals

Unknown

Contrafactum

Unknown

Modern Composition or Recreation

Cantar d’amigo (Cantares: op. 28, nº 4-3)      versão audio disponível

Versões de Cláudio Carneyro