João Airas de Santiago


Par Deus, mia madr', o que mi gram bem quer
diz que deseja comig'a falar
mais doutra rem que homem pod'osmar;
e ũa vez, se a vós aprouguer,
5       fale migo, pois end'há tal prazer,
       e saberemo'lo que quer dizer.
  
De falar migo nom perç'eu bom prez,
ca de sa prol i rem nom falarei,
e el dirá e eu ascuitarei;
10e ante que moira, já ũa vez
       fale migo, pois end'há tal prazer,
       e saberemo'lo que quer dizer.
  
Se vos prouguer, venha falar aqui
conmig', ai madre, pois en sabor há,
15e direi-vos pois quanto m'el dirá;
e ũa vez, ante que moira 'ssi,
       fale migo, pois end'há tal prazer,
       e saberemo'lo que quer dizer.
  
Quiçá quer-mi ora tal cousa dizer
20que lha poss'eu sem meu dano fazer.



 ----- Increase text size ----- Decrease text size

General note:

A donzela tenta convencer a mãe a permitir que o seu amigo venha falar com ela, nem que seja uma única vez: pois ele diz que é o seu maior desejo, ficarão a saber o que ele tem para dizer. De resto, ela promete à mãe que se limitará a ouvir, sem lhe dar qualquer resposta, e também que logo lhe contará toda a conversa. Eventualmente, como conclui na finda, pode até acontecer que ele queira apenas algo inócuo e que ela possa fazer sem danos de maior.



General note


Description

Cantiga de Amigo
Refrão
Cobras singulares
Finda
(Learn more)


Manuscript sources

V 596

Cancioneiro da Vaticana - V 596


Musical versions

Originals

Unknown

Contrafactum

Unknown

Modern Composition or Recreation

Unknown