João Soares Somesso


Se Deus me leixe bem haver
de vós, senhor, e gradoar!
Muito mi pesa de viver
porque viv'a vosso pesar.
5Pero nom poss'i al fazer;
mais prazer-m'-ia de morrer,
se mi o quisesse Deus guisar.
  
Ca nom poss'eu coita sofrer
por al, senhor, pois m'alongar
10queredes vós de vos veer
e viver vosc'e vos falar.
Nem Deus nom me pode tolher
coita, sem ante [nom] morrer,
pois me nom quer vosso bem dar.



 ----- Increase text size

General note:

Jurando pela sua senhora e pelo desejo que dela tem, o trovador afirma-lhe que muito lhe pesa viver, já que a desgosta. Se nada pode fazer quanto a isso, pede a Deus a morte, já que a única dor que o aflige é saber que tudo o que ela deseja é afastá-lo, impedi-lo de morar perto dela e de lhe falar. E Deus não pode fazer cessar o seu sofrimento se não o matar.
É possível que a composição esteja incompleta.



General note


Description

Cantiga de Amor
Mestria
Cobras uníssonas
Palavra(s)-rima: (v. 6 de cada estrofe)
morrer
(Learn more)


Manuscript sources

B 127

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 127


Musical versions

Originals

Unknown

Contrafactum

Unknown

Modern Composition or Recreation

Unknown