Rui Fernandes de Santiago


Que mui gram prazer hoj'eu vi
u me vos Deus mostrou, senhor!
E bem vos faço sabedor
que, pois que m'eu de vós parti,
5       nom cuidara tant'a viver
       como vevi sem vos veer.
  
Que muito que eu desejei
de vos veer e vos falar!
E foi-mi-o Deus ora guisar,
10senhor, e mais vos en direi:
       nom cuidara tant'a viver
       como vevi sem vos veer.
  
E Deus, que mi fez este bem,
ainda m'outro bem fará,
15pois El quis que vos visse já,
mia senhor; ca per nẽum sem,
       nom cuidara tant'a viver
       como vevi sem vos veer.



 ----- Aumentar letra

Nota geral:

O trovador dá conta à sua senhora do grande prazer que sentiu ao vê-la naquele dia, acrescentando que, quando se afastou, nunca pensou poder viver tanto tempo longe dela como viveu.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amor
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

A 310, B 902, V 487

Cancioneiro da Ajuda - A 310

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 902

Cancioneiro da Vaticana - V 487


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas