Pesquisa no glossário
  (linha 16)

Pero Gomes Barroso


Direi verdade, se Deus mi perdom:      ←
o meu amigo, se mi quer gram bem,      ←
 nom lho gradesco, e, mais doutra rem,      ←
gradesc'a Deus eno meu coraçom      ←
5       que m'el fremosa fez tant'e mi deu      ←
       tanto de bem quanto lhi pedi eu.      ←
  
Se m'el quer bem, como diz ca mi quer,      ←
el faz guisad', [e] eu, polo fazer,      ←
nom lho gradesco, e hei que gradecer      ←
10a Deus já sempr[e] o mais que poder      ←
       que m'el fremosa fez tant'e mi deu      ←
       tanto de bem quanto lhi pedi eu.      ←
  
Se m'el quer bem, nom lho quer'eu nem mal,      ←
 nem ar hei [rem] que lhi gradesca i,      ←
15mas quant'hoj'eu no meu espelho vi      ←
gradesc'a Deus muit'e gradesco-lh'al:      ←
       que m'el fremosa fez tant'e mi deu      ←
       tanto de bem quanto lhi pedi eu.      ←



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

Com alguma vaidade, a donzela diz que não tem de agradecer ao seu amigo o facto de ele a amar, o que acha perfeitamente justo, antes agradece a Deus tê-la feito tão formosa e ter-lhe concedido todo o bem que Lhe pediu. Se o seu amigo a ama, ela também não lhe quer mal, mas o seu espelho diz-lhe que deve sobretudo agradecer a Deus.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amigo
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 734, V 335

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 734

Cancioneiro da Vaticana - V 335


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas