Estêvão Fernandes d'Elvas


A mia senhor fezo Deus por meu mal
tam fremosa, tam de bom sem, atal
       que semelha que nunca em al cuidou:
       por dar a mim esta coita em que vou,
5sei eu que a fez El e nom por al,
se m'ela com todo este bem nom val.
  
Mui ben'a fez falar e entender
sobre quantas donas El fez nacer,
       que semelha que nunca em al cuidou:
10       por dar a mim esta coita em que vou,
sei eu que a fez tam bem parecer,
se m'ela com todo esto nom valer.
  
Esta senhor que mi em poder tem
fez Deus fremosa e de mui bom sem
15       que semelha que nunca em al cuidou:
       por dar a mim esta coita em que vou,
sei eu que a fez, nom por outra rem,
se m'ela com todo este bem nom vem.



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

Ao fazer a sua senhora tão perfeita, Deus terá tido apenas um motivo: fazer sofrer o trovador. Ao longo da cantiga são enumeradas as suas grandes qualidades, como ser formosa, sensata, bem falante e inteligente.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amor
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 617, V 218

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 617

Cancioneiro da Vaticana - V 218


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas