D. Dinis


Pois ante vós estou aqui,
senhor deste meu coraçom,
por Deus, teede por razom,
por quanto mal por vós sofri,
5       de vos querer de mi doer
       ou de me leixardes morrer.
  
E pois do mal que eu levei
muit'há vós sodes sabedor,
teede já por bem, senhor,
10por Deus, pois tanto mal passei,
       de vos querer de mi doer
       ou de me leixardes morrer.
  
E pois que viv'em coita tal
per que o dormir e o sem
15perdi, teede já por bem,
senhor, pois tant'é o meu mal,
       de vos querer de mi doer
       ou de me deixardes morrer
  
ou de me quererdes valer.
20



 ----- Aumentar letra

Nota geral:

Na presença da sua senhora, o trovador confessa-lhe o sofrimento por que tem passado e pede-lhe que se compadeça dele.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amor
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 538, V 141

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 538

Cancioneiro da Vaticana - V 141


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas