Pesquisa no glossário
  (linha 15)

Afonso X


Quero-vos ora mui bem conselhar,      ←
 meestre Joam, segundo meu sem:      ←
 que, macar preit'hajades com alguém,      ←
nom queirades com el em voz entrar,      ←
5mais dad'a outrem que tenha por vós,      ←
ca vossa honra é [de] todos nós,      ←
  a quantos nós havemos per amar.      ←
  
E pero se a quiserdes tẽer,      ←
nõn'a tenhades per rem ant'el-rei;      ←
10e direi-vos ora porque o hei:      ←
porque nunca vo-lo vejo fazer      ←
que vo-lo nom veja teer assi      ←
 que, pero vos el-rei queira des i      ←
bem juïgar, nom há end'o poder.      ←
  
15E ainda vos conselharei al,      ←
porque vos amo [mui] de coraçom:      ←
que nunca voz em dia d'Acençom      ←
tenhades, nem em dia de Natal,      ←
nem doutras festas de Nostro Senhor,      ←
20nem de seus santos, ca hei gram pavor      ←
de vos viir mui toste deles mal.      ←
  
 Nem na eigreja nom vos conselh'eu      ←
de teer voz, ca vos nom há mester;      ←
ca, se peleja sobr'ela houver,      ←
25o arcebispo, voss'amig'e meu,      ←
a quen'o feito do sagrado jaz,      ←
e a quem pesa do mal, se s'i faz,      ←
querrá que seja quanto havedes seu.      ←
  
E pol'amor de Deus, estad'em paz      ←
30e leixade maa voz, ca rapaz      ←
sol nõn'a dev'a teer, nem judeu.      ←



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

Esta cantiga, e a seguinte, visam jocosamente um tal Mestre João, certamente um músico, já que ambas brincam com sua voz. Aqui, concretamente, o rei parte de um equívoco com a expressão judicial "entrar em voz", cujo sentido era demandar alguém em justiça.
A cantiga datará do tempo em que Afonso X era ainda Infante, como se depreende pela referência ao rei, feita na segunda estrofe.



Nota geral


Descrição

Escárnio e Maldizer
Mestria
Cobras singulares
Finda
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 489, V 72

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 489

Cancioneiro da Vaticana - V 72


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas