Toponímia referida na cantiga:
  (linha 21)

Afonso X


  Dom Foão, quand'ogan'aqui chegou      ←
primeirament'e viu volta e guerra,      ←
tam gram sabor houve d'ir a sa terra      ←
 que log'entom por adail filhou      ←
5seu coraçom; e el fez-lh'i leixar,      ←
 polo mais toste da guerr'alongar,      ←
 prez e esforço - e passou a serra.      ←
  
Em esto fez come de bõo sem:      ←
em filhar adail que conhocia,      ←
10que estes passos maos bem sabia,      ←
e el guardou-o log'entom mui bem      ←
deles e fez-l[h]'i de destro leixar      ←
 lealdad'e de seestro lidar      ←
[...........................ia].      ←
  
15O adail e[ra] mui sabedor,      ←
que o guiou per aquela carreira:      ←
 porque [o] fez desguiar da fronteira      ←
e em tal guerra leixar seu senhor;      ←
e direi-vos al que lh'i fez leixar:      ←
20bem que pudera fazer por ficar,      ←
feze-o poer além Talaveira.      ←
  
Muito foi ledo, se Deus me perdom,      ←
quando se viu daqueles passos fora      ←
que vos já dix', e diss'em essa hora:      ←
25- Par Deus, adail, muit'hei gram razom      ←
de sempr'em vós mia fazenda leixar,      ←
ca nom me mova d[aqu]este logar      ←
se jamais nunca cuidei passar Lora!      ←
  
E ao Demo vou acomendar      ←
30prez deste mundo, e armas, e lidar,      ←
ca nom é jog'o de que homem chora.      ←



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

De novo a sátira ao comportamento dos infanções nas campanhas da chamada reconquista cristã da Andaluzia. Este D. Fulano anónimo, mal entrou no teatro das operações, teve subitamente tais saudades da sua terra que imediatamente contratou um guia para o acompanhar, em segurança, no regresso. A cantiga joga com as indicações do guia, que equivocamente se podem entender em sentido moral. De notar as palavras finais do infanção (sobretudo na finda), que se aproximam muito dos sentimentos expressos numa conhecida cantiga do mesmo Afonso X.
Note-se o significativo dobre em leixar, no 5º verso de todas as estrofes.



Nota geral


Descrição

Escárnio e Maldizer
Mestria
Cobras singulares (rima c uníssona)
Palavra(s)-rima: (v. 5 de cada estrofe)
leixar
Finda
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 486, V 69

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 486

Cancioneiro da Vaticana - V 69


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas