Cantiga referida em nota
  (linha 21)

Airas Peres Vuitorom


 Dom Estêvam, tam de mal talam
sodes, que nom podedes de peior:
que já por home que vos faça amor
  sol nom catades - tal preço vos dam;
5e, sêrvia-vos home quanto poder,
se vos desvia quam pouco xiquer,
ides log'home trager come cam.
  
 E tam mal dia vosco, tant'afã
 e tanta coita convosc'há levar,
10pois nom havedes por hom'a catar,
 mal serviço faz hom'em vós, de pram;
  ca, se havede'la besta mester,
se vo-la home toste nom trouxer,
queredes home trager come cam.
  
15E, Dom Estêvam, pois sodes tam
sanhudo que nom catades por quem
vos faz serviço, pois vos sanha vem,
os que vos servem nom vos servirám;
ca, se vos sanha, come sol, preser,
20nom cataredes home nem molher
que nom queirades trager come cam.



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

Nova cantiga contra D. Estêvão (certamente o mesmo a quem é dirigida a cantiga anterior do trovador), agora num traço que reaparece em várias outras composições deste ciclo, o da sua alegada homossexualidade, aliada aqui a um caráter detestável, nomeadamente para com os seus servidores que, por isso mesmo, acabariam por fazer-lhe um "mau serviço". Os versos finais de cada estrofe (que se apresentam como uma espécie de refrão) são de uma ambiguidade muito expressiva.
Quanto à identidade deste D. Estêvão e ao contexto em que se insere o ciclo de cantigas que lhe são dirigidas, veja-se a explicação que fornecemos na Nota Geral à composição seguinte do trovador (bem como a nota antroponímica ao v. 1).



Nota geral


Descrição

Cantiga de Escárnio e maldizer
Mestria
Cobras uníssonas (rima b singular)
Palavra(s)-rima: (v. 7 de cada estrofe)
trager come cam
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 1474, V 1085

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1474

Cancioneiro da Vaticana - V 1085


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas