Toponímia referida na cantiga:
  (linha 7)

Lopo Lias

Rubrica:

Esta cantiga fez a ũa dona fremosa, que a casarom seus parentes mal, por dinheiros


Se m'el-rei dess'algo, já m'iria      ←
pera mia terra de [mui] bom grado;      ←
e se [i] chegasse, compraria      ←
dona fremosa de gram mercado;      ←
5ca já [as] vendem, a Deus louvado,      ←
como venderom Dona Luzia      ←
em Orzelhom ora noutro dia!      ←
  
 E u, cuitado, nom chegaria      ←
por comprar corpo tam bem talhado?      ←
10E [o] astroso que a vendia,      ←
porque mi nom enviou mandado,      ←
fora de cachas en carregado:      ←
eu que comprara Dona Luzia      ←
em Orzelhom do que a vendia!      ←



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

Não sabemos se esta donzela que os pais obrigam a casar será a mesma que foge ao marido numa outra cantiga de D. Lopo Lias, o que é possível.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Escárnio e maldizer
Mestria
Cobras uníssonas
Palavra(s)-rima: (v. 6 de cada estrofe)
Dona Luzia
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 1354, V 962

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1354

Cancioneiro da Vaticana - V 962


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas