Lopo Lias

Rubrica:

Outrossi fez este cantar de mal dizer aposto a ũa dona que era mui meninha e mui fremosa e fogiu ao marido; e a el prazia-lhi.


 Muito mi praz d'ũa rem
que fez Dona Marinha:
nom quer seu marido bem,
e soub'a pastorinha
5       fogir.
       Mal haja quem nom servir
       dona fremosa que fogir!
  
Ela fez end'o melhor,
a Deus seja gracido:
10molhercinha tam pastor
saber a seu marido
       fogir.
       Mal haja quem nom servir
       dona fremosa que fogir!
  
15[Vedes] qual é meu sabor:
haverem ambos guerra;
e bem toste mia senhor
verrá-s'a nossa terra
       guarir.
20       Mal haja quem nom servir
       dona fremosa que fogir!



 ----- Diminuir letra

Nota geral:

Mais uma rubrica que explica cabalmente a cantiga. Note-se que a expressão final, e a el prazia-lhe, se refere ao trovador e não ao marido (a expressão retoma o primeiro verso da cantiga).



Nota geral


Descrição

Cantiga de Escárnio e maldizer
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 1350, V 957

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1350

Cancioneiro da Vaticana - V 957


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas