Toponímia referida na cantiga:
  (linha 1)

Martim Padrozelos


 Id'hoj, ai meu amigo, led'a Sam Salvador,      ←
eu vosco irei leda e, pois eu vosco for,      ←
       mui leda irei, amigo,      ←
       e vós ledo comigo.      ←
  
5Pero sõ[o] guardada, todavia quer'ir      ←
convosc', ai meu amigo, se mi a guarda nom vir,      ←
       mui leda irei, amigo,      ←
       e vós ledo comigo.      ←
  
Pero sõo guardada, todavia irei      ←
10convosc', ai meu amigo, se a guarda nom hei,      ←
       mui leda irei, amigo,      ←
       e vós ledo comigo.      ←



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

A moça marca um encontro com o seu amigo em S. Salvador, que fará a alegria de ambos. E embora esteja sob vigilância, irá na mesma, procurando despistar quem a guarda e ficar sozinha.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amigo
Refrão e Paralelística
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 1246, V 851
(C 1246)

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1246

Cancioneiro da Vaticana - V 851


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas