Pesquisa no glossário
  (linha 10)

João Airas de Santiago


Par Deus, mia madr', houvestes gram prazer      ←
quando se foi meu amigo daqui,      ←
e ora vem, e praz en muit'a mi;      ←
mais ũas novas vos quero dizer:      ←
5       se vos pesar, sofrede-o mui bem,      ←
       ca 'ssi fij'eu, quando s'el foi daquém.      ←
  
Ca fostes vós mui leda do meu mal      ←
quando s'el foi, e querrei-vos eu já      ←
 mal por end', e dizem-mi que verrá      ←
 10mui ced', e quero-vos eu dizer al:      ←
       se vos pesar, sofrede o mui bem,      ←
       ca 'ssi fij'eu, quando s'el foi daquém.      ←



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

Dirigindo-se à sua mãe, a donzela diz-lhe que, se ela se alegrou com a partida do seu amigo, agora, que ele regressa, vai ter de suportar o desgosto que a sua presença lhe causa, tal como ela suportou a dor da sua ausência.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amigo
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 1018, V 608

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1018

Cancioneiro da Vaticana - V 608


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas