João Airas de Santiago


Ai mia filha, por Deus, guisade vós
que vos veja [e]sse fustam trager
voss'amig'e, tod'a vosso poder,
veja-vos bem com el estar em cós;
 5       ca, se vos vir, sei eu ca morrerá
       por vós, filha, ca mui bem vos está.
  
Se vo'lo fustam estevesse mal,
nom vos mandaria ir ant'os seus
olhos, mais guisade cedo, por Deus,
10que vos veja, nom façades end'al;
       ca, se vos vir, sei eu ca morrerá
       por vós, filha, ca mui bem vos está.
  
E como quer que vos el[e] seja
sanhudo, pois que vo'lo fustam vir,
 15haverá gram sabor de vos cousir,
e guisade vós como vos veja;
       ca, se vos vir, sei eu ca morrerá
       por vós, filha, ca mui bem vos está.
  



 ----- Aumentar letra

Nota geral:

A mãe incita a filha a mostrar-se ao seu amigo no seu (belo) vestido de fustão, que lhe vai a matar. Mesmo que esteja zangado com ela, quando a vir não resistirá.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amigo
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

V 599

Cancioneiro da Vaticana - V 599


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas