Que mui gran prazer que eu ei, senhor

D. Dinis, Compositor

Original


Intervenientes

Compositor: D. Dinis
Direcção musical: Manuel Pedro Ferreira
Canto (tenor): Gonçalo Pinto Gonçalves
Intérprete (conjunto): Vozes Alfonsinas
Reconstrução da melodia: Manuel Pedro Ferreira
Transcrição da cantiga: Manuel Pedro Ferreira


Ouvir música




Gravação

CD 1 Antologia sonora: dos visigodos a D. Sebastião
Vozes Alfonsinas / Antologia de Música em Portugal na Idade Média e no Renascimento
(CD)      (Fonte9)
Ano: 2008, Lisboa, CESEM

Trancrição da cantiga editada na obra Cantus Coronatus (2005), de Manuel Pedro Ferreira. Versão áudio integrada no CD 1 da edição de Manuel Pedro Ferreira, Antologia de Música em Portugal na Idade Média e no Renascimento (CESEM, 2008).

Cantiga original Que mui gram prazer que eu hei, senhor

Que mui gram prazer que eu hei, senhor,
quand'em vós cuid'e nom cuido no mal
que mi fazedes! Mais direi-vos qual
tenh'eu por gram maravilha, senhor:
       de mi viir de vós mal, u Deus nom
       pôs mal, de quantas eno mundo som.
E, senhor fremosa, quando cuid'eu
em vós e nom eno mal que mi vem
por vós, tod'aquel temp'eu hei de bem;
mais por gram maravilha per tenh'eu
       de mi viir de vós mal, u Deus nom
       pôs mal, de quantas eno mundo som.
Ca, senhor, mui gram prazer mi per é
quand'em vós cuid'e nom hei de cuidar
em quanto mal mi fazedes levar;
mais gram maravilha tenh'eu que é
       de mi viir de vós mal, u Deus nom
       pôs mal, de quantas eno mundo som.
Ca, par Deus, semelha mui sem razom
d'haver eu mal d'u o Deus nom pôs, nom.


Transcrição


Transcrição de Manuel Pedro Ferreira:
Transcrição de Manuel Pedro Ferreira

2ª página:
2ª página