Pesquisa por tema

Tema = Motivos das sátiras

 

559 ocorrências encontradas.


A ũa velha quisera trobar, Afonso Anes do Cotom

A Dom Foam quer'eu gram mal, João Garcia de Guilhade

A dona de Bagüin, Lopo Lias

A dona fremosa do Soveral, Lopo Lias

A Dona Maria [há] soidade, Lopo Lias

A donzela de Biscaia, Rui Pais de Ribela

A Far[o] um dia irei, madre, se vos prouguer, João de Requeixo

A la fé, Deus, se nom por Vossa Madre, Gil Peres Conde

A la fé, Deus, se nom por Vossa Madre, Gil Peres Conde

À lealdade da Bezerra, que pela Beira muit'anda,, Airas Peres Vuitorom

À lealdade da Bezerra, que pela Beira muit'anda,, Airas Peres Vuitorom

A mi quer mal o infançom, Lopo Lias

A mi quer mal o infançom, Lopo Lias

A mim dam preç', e nom é desguisado, Afonso Anes do Cotom

A molher d'Alvar Rodriguiz tomou, Estêvão da Guarda

A molher d'Alvar Rodriguiz tomou, Estêvão da Guarda

A por que perço o dormir, João Airas de Santiago

A por que perço o dormir, João Airas de Santiago

A rem que mi a mi mais valer, Airas Engeitado

A Sam Servand', u ora vam todas orar, João Servando

A Santiag'em romaria vem, Airas Nunes

A um corretor que vi, Estêvão da Guarda

A um frade dizem escaralhado, Fernando Esquio

A um frade dizem escaralhado, Fernando Esquio

A vós, Dona abadessa, Fernando Esquio

Abadessa, oí dizer, Afonso Anes do Cotom

Achei Sanch[a] Anes encavalgada, Afonso X

Achou-s'um bispo que eu sei um dia, Airas Nunes

Afons'Afonses, batiçar queredes, Afonso Sanches

Agora oí d'ũa dona falar, Fernão Rodrigues de Calheiros

Ai amigas, perdud'ham conhocer, João Garcia de Guilhade

Ai dona fea, fostes-vos queixar, João Garcia de Guilhade

Ai dona fea, fostes-vos queixar, João Garcia de Guilhade

- Ai filha, o que vos bem queria, Nuno Peres Sandeu

Ai Justiça, mal fazedes, que nom, João Airas de Santiago

Ai meu amigo, pero vós andades, Pero Garcia de Ambroa

Airas Moniz, o zevrom, Lopo Lias

Airas Moniz, o zevrom, Lopo Lias

Alvar [Rodriguiz] vej'eu agravar, Estêvão da Guarda

Álvar Rodríguez, monteiro maior, Pedro, conde de Barcelos

Alvar Rodriguiz dá preço d'esforço, Estêvão da Guarda

Amiga, quem hoj’houvesse mandado do meu amigo, João de Requeixo

Amigo, queixum'havedes, João Soares Coelho

Amigo, sei que há mui gram sazom, João Baveca

Amigos, nom poss'eu negar, João Garcia de Guilhade

And'ora trist'e fremosa, Lopo

Ansur Moniz, muit'houve gram pesar, Afonso X

Ao daiam de Cález eu achei, Afonso X

Ao daiam de Cález eu achei, Afonso X

Ao lançar do pao, Lopo Lias

Ao lançar do pao, Lopo Lias

Aquestas coitas que de sofrer hei, Rodrigo Anes de Vasconcelos

As mias jornadas vedes quaes som, Afonso Anes do Cotom

Assaz é meu amigo trobador, Lourenço

Atal vej' eu aqui ama chamada, João Soares Coelho

Atender quer'eu mandado que m'enviou meu amigo, João de Requeixo

Bem me cuidei eu, Maria Garcia, Afonso Anes do Cotom

Bem viu Dona Maria, João Vasques de Talaveira

Bernal Fendudo, quero-vos dizer, João Baveca

Bernal Fendudo, quero-vos dizer, João Baveca

Bom casament'é, pera Dom Gramilho, João Soares Coelho

Cada que vem o meu amig'aqui, João Garcia de Guilhade

Cavaleiro, com vossos cantares, Martim Soares

Cítola vi [or']andar-se queixando, Afonso X

Com'aveo a Merlim de morrer, Estêvão da Guarda

Com coitas d'amor, se Deus mi perdom, João Airas de Santiago

Com'eu em dia de Páscoa queria bem comer, Afonso X

Com gram coita, rogar que m'ajudasse, João Velho de Pedrogães

Com gram coita, rogar que m'ajudasse, João Velho de Pedrogães

Com'hoj'eu vivo no mundo coitado!, João Soares Coelho

Com'hoj'eu vivo no mundo coitado!, João Soares Coelho

Com vossa graça, minha senhor, Fernão Pais de Tamalhancos

Come asno no mercado, João de Gaia

Comendador, u m'eu quitei, Rui Pais de Ribela

Comerom [os] infanções, em outro dia, João Servando

Comprar quer'eu, Fernam Furado, muu, Airas Veaz

Comprar quer'eu, Fernam Furado, muu, Airas Veaz

Conhocedes a donzela, Afonso Sanches

Contar-vos-ei costumes e feituras, Fernão Soares de Quinhones

Correola, sodes adeantado, Airas Peres Vuitorom

Correola, sodes adeantado, Airas Peres Vuitorom

Covilheira velha, se vos fezesse, Afonso Anes do Cotom

D'ũa cousa sõo maravilhado, Pero Garcia Burgalês

D'ũa cousa sõo maravilhado, Pero Garcia Burgalês

D'ũa donzela ensanhada, Fernão Rodrigues de Calheiros

D'ũa gram vinha que tem em Valada, Estêvão da Guarda

D'um home sei eu de mui bom logar, Gil Peres Conde

D'um tal ric'home vos quero contar, Pero da Ponte

Da esteira vermelha cantarei, Lopo Lias

Dade-m'alvíssara, Pedr'Agudo, Pero da Ponte

De [Dom] Fernam Diaz Estaturão, Pero da Ponte

De como mi ora com el-rei aveo, Afonso Fernandes Cubel

De grado queria ora saber, Afonso X

De Joam Bol'and'eu maravilhado, D. Dinis

De longas vias, mui longas mentiras, Nuno Fernandes Torneol

De Martim Moia posfaçam as gentes, Martim

De Martim Moia posfaçam as gentes, Martim

De Pero Bõõ and'ora espantado, Pero Garcia de Ambroa

De qual engano prendemos, Vasco Peres Pardal

De quant[o] hoj'eno mundo querria, João Servando

De Sueir'Eanes direi, Pero da Ponte

De vós, senhor, quer'eu dizer verdade, Pero Larouco

Desfiar enviarom ora de Tudela, Airas Nunes

Desmentido m'há 'qui um trobador, João Soares Coelho

Desto som os zevrões, Lopo Lias

Desto som os zevrões, Lopo Lias

Deu ora el-rei seus dinheiros, Afonso Lopes de Baião

Deu ora el-rei seus dinheiros, Afonso Lopes de Baião

(Deus te salve, Gloriosa), Afonso X

Deus! Com'ora perdeu Joam Simiom, D. Dinis

Deus! Como se forom perder e matar, João Garcia de Guilhade

Direi-vos eu d'um ric'home, Afonso X

Direi-vos eu d'um ric'home, Afonso X

Direi-vos ora que oí dizer, João Vasques de Talaveira

Diss', ai amigas, dom J'am Garcia, João Garcia de Guilhade

Diss', ai amigas, dom J'am Garcia, João Garcia de Guilhade

Disse-m'hoj'assi um home, Estêvão da Guarda

Disse-m'hoj'um cavaleiro, D. Dinis

Disserom-mi ca se queria ir, João Servando

- Dizede, madre, por que me metestes, Pedro Amigo de Sevilha

Dizem que ora chegou Dom Beeito, João Airas de Santiago

Dizem, senhor, que nom hei eu poder, João Airas de Santiago

Dizem, senhor, que um vosso parente, Estêvão da Guarda

Do que eu quigi, per sabedoria, Estêvão da Guarda

Dom Afonso Lopes de Baiam quer, Paio Gomes Charinho

Dom Afonso Lopes de Baiam quer, Paio Gomes Charinho

Dom Beeito, home duro, João Airas de Santiago

Dom Bernaldo, pesa-me que tragedes, João Baveca

Dom Bernaldo, pois tragedes, Pero da Ponte

Dom Bernaldo, pois tragedes, Pero da Ponte

Dom Bernaldo, por que nom entendedes, Airas Peres Vuitorom

Dom Domingo Caorinha, João Servando

Dom Domingo Caorinha, João Servando

Dom Estêvam fez[o] sa partiçom, João Soares Coelho

Dom Estêvam, em grand'entençom, Rui Queimado

Dom Estêvam, em grand'entençom, Rui Queimado

Dom Estêvam, que Lhi nom gradecedes, João Soares Coelho

Dom Estêvam, que Lhi nom gradecedes, João Soares Coelho

Dom Estêvam, que Lhi nom gradecedes, João Soares Coelho

Dom Estêvam achei noutro dia, Mem Rodrigues Tenoiro

Dom Estêvam diz que desamor, Airas Peres Vuitorom

Dom Estêvam, oí por vós dizer, Pedro Amigo de Sevilha

Dom Estêvam, oí por vós dizer, Pedro Amigo de Sevilha

Dom Estêvam, tam de mal talam, Airas Peres Vuitorom

Dom Estêvam, tam de mal talam, Airas Peres Vuitorom

Dom Fernando, pero mi maldigades, Pero Garcia Burgalês

Dom Fernando, vejo-vos andar ledo, Airas Peres Vuitorom

Dom Fernando, vejo-vos andar ledo, Airas Peres Vuitorom

Dom Foam disse que partir queria, João Garcia de Guilhade

Dom Foão, em gram cordura, Pedro Amigo de Sevilha

Dom Foão, quand'ogano i chegou, Afonso X

Dom Foão, que eu sei que há preço de livão, Afonso Mendes de Besteiros

Dom Gonçalo, pois queredes ir daqui pera Sevilha, Afonso X

Dom Gonçalo, pois queredes ir daqui pera Sevilha, Afonso X

Dom Guilhelm'e Dom Adam e Dom Miguel Carriço, Fernão Soares de Quinhones

Dom Marco, vej'eu muito queixar, Rui Queimado

Dom Marco, vej'eu muito queixar, Rui Queimado

Dom Martim Galo est acostumado, Airas Peres Vuitorom

Dom Meendo, Dom Meendo, Afonso X

Dom Meendo, vós veestes, Afonso X

Dom Pedro, est[e] cunhado d'el-rei, Fernão Rodrigues Redondo

Dom Pero Núnez era em Cornado, João Airas de Santiago

Dom Pero Núnez era em Cornado, João Airas de Santiago

Dom Rodrigo, moordomo, que bem pôs a 'l-rei a mesa, Afonso X

Dom Rodrigo, moordomo, que bem pôs a 'l-rei a mesa, Afonso X

Dom Tisso Pérez, queria hoj'eu, Pero da Ponte

Dom Vuitorom, o que vos a vós deu, João Soares Coelho

[E]stêv[am] Eanes, por Deus mandade, Estêvão Fernandes Barreto

[E]stêv[am] Eanes, por Deus mandade, Estêvão Fernandes Barreto

Domingas Eanes houve sa baralha, Afonso X

Domingas Eanes houve sa baralha, Afonso X

Dona Maria Negra, bem talhada, Pero Garcia Burgalês

Dona Ouroana, pois já besta havedes, João Garcia de Guilhade

Dona Ouroana, pois já besta havedes, João Garcia de Guilhade

Donzela, quem quer entenderia, Pero de Armea

Donzela, quem quer que poser femença, Estêvão da Guarda

Donzela, quem quer que poser femença, Estêvão da Guarda

Donzela, quem quer que poser femença, Estêvão da Guarda

[...] E pero Deus há gram poder, Pero Viviães ou Afonso Anes do Cotom

É sa sela muito dura, João Servando

Elvir', a capa velha dest'aqui, Pedro Amigo de Sevilha

Elvir', a capa velha dest'aqui, Pedro Amigo de Sevilha

Elvira López, aqui noutro dia, João Garcia de Guilhade

Elvira López, que mal vos sabedes, João Garcia de Guilhade

Em Arouca ũa casa faria, Afonso Lopes de Baião

Em este som de negrada, Lopo Lias

Em este som de negrada, Lopo Lias

Em preito que Dom Foam há, Estêvão da Guarda

Em tal perfia qual eu nunca vi, Estêvão da Guarda

En'a primeira rua que cheguemos, Martim Anes Marinho

Enmentar quer'eu do brial, Lopo Lias

Enmentar quer'eu do brial, Lopo Lias

- Escudeiro, pois armas queredes, Lopo Lias

Esta ama, cuj'é Joam Coelho, Fernão Garcia Esgaravunha

Estavam hoje duas soldadeiras, João Baveca

Estavam hoje duas soldadeiras, João Baveca

Estes que m'ora tolhem mia senhor, Afonso Sanches

Eu bem me cuidava que er'avoleza, Pero da Ponte

Eu convidei um prelado a jantar, se bem me venha, João de Gaia

Eu digo mal, com'home fodimalho, Pero da Ponte

Eu sei la dona velida, Pedro Anes Solaz

Eu, em Toledo, sempr'ouço dizer, Pero da Ponte

(Falar quer'eu da Senhor bem cousida), Afonso X

Falavam duas irmanas, estand'ante sa tia,, Afonso X

Fernam Díaz é aqui, como vistes, Airas Peres Vuitorom

Fernam Díaz é aqui, como vistes, Airas Peres Vuitorom

Fernam Díaz, este que and'aqui, Pero Garcia Burgalês

Fernam Diaz, fazem-vos entender, Estêvão Faião

Fernam Diaz, fazem-vos entender, Estêvão Faião

Fernand'Escalho leixei mal doente, Pero Garcia Burgalês

Fernand'Escalho leixei mal doente, Pero Garcia Burgalês

Fernand'Escalho vi eu cantar bem, Pero Garcia Burgalês

Fez ũa cantiga d'amor, Juião Bolseiro

Fez meu amigo, amigas, seu cantar, João Garcia de Guilhade

Foi a cítola temperar, Martim Soares

Foi Dom Fagundo um dia convidar, Afonso Anes do Cotom

Foi Dom Fagundo um dia convidar, Afonso Anes do Cotom

Foi um dia Lopo jograr, Martim Soares

Foi um dia Lopo jograr, Martim Soares

Fostes, amig', hoje vencer, João Garcia de Guilhade

Fostes, amig', hoje vencer, João Garcia de Guilhade

Fui eu poer a mão noutro di-, Afonso X

Fui eu poer a mão noutro di-, Afonso X

Fui eu, madr', em romaria a Faro com meu amigo, João de Requeixo

Garcia López d'Elfaro, Pero da Ponte

Ir quer'hoj'eu, fremosa, de coraçom, Afonso Lopes de Baião

Já eu nom hei oimais por que temer, Pero Garcia Burgalês

Já eu nom hei por quem trobar, Gil Peres Conde

Já eu nom hei por quem trobar, Gil Peres Conde

Já lhi nunca pediram, Afonso Mendes de Besteiros

Já lhi nunca pediram, Afonso Mendes de Besteiros

Já Martim Vaásquez da estrologia, Estêvão da Guarda

Já Martim Vaásquez da estrologia, Estêvão da Guarda

Joam Baveca e Pero d'Ambrõa, Pedro Amigo de Sevilha

- Joam Baveca, fé que vós devedes, Pero Garcia de Ambroa , João Baveca

Joam Bol'anda mal desbaratado, D. Dinis

Joam Bolo jouv'em ũa pousada, D. Dinis

Joam Bolo jouv'em ũa pousada, D. Dinis

Joam Fernandéz, que mal vos talharom, Martim Soares

Joam Fernándiz quer [ir] guerreiar, Rui Gomes de Briteiros

Joam Fernándiz, aqui é chegado, Rui Gomes de Briteiros

Joam Fernándiz, aqui é chegado, Rui Gomes de Briteiros

Joam Fernándiz, mentr'eu vosc'houver, João Soares Coelho

Joam Fernándiz, um mour'est aqui, Martim Soares

Joam Garcia tal se foi loar, João Soares Coelho

Joam Nicolás soube guarecer, Airas Peres Vuitorom

Joam Nicolás soube guarecer, Airas Peres Vuitorom

Joam Rodriguiz foi desmar a Balteira, Afonso X

- Joam Soárez, nom poss'eu estar, João Peres de Aboim, João Soares Coelho

Joam Soares, pero vós teedes, Airas Peres Vuitorom

- Joam Vaásquez, moiro por saber, Lourenço, João Vasques de Talaveira

Joana, dix'eu, Sancha e Maria, Pero Garcia Burgalês

Jograr Saco, nom tenh'eu que fez razom, Fernão Pais de Tamalhancos

Jograr Sac', eu entendi, Fernão Pais de Tamalhancos

Jograr Sac', eu entendi, Fernão Pais de Tamalhancos

Jograr, três cousas havedes mester, Gil Peres Conde

Levarom-n'a Codorniz, Gonçalo Garcia

Lop'Anaia nom se vaia, Fernão Soares de Quinhones

Lopo jograr, és gargantom, Martim Soares

Lourenço Bouçom, o vosso vilão, João Velho de Pedrogães

- Lourenço jograr, hás mui gram sabor, João Garcia de Guilhade, Lourenço

- Lourenço jograr, hás mui gram sabor, João Garcia de Guilhade, Lourenço

Lourenço nom mi quer creer, Pedro Amigo de Sevilha

Lourenço, pois te quitas de rascar, João Garcia de Guilhade

- Lourenço, soías tu guarecer, João Peres de Aboim, Lourenço

Luzia Sánchez, jazedes em gram falha, João Soares Coelho

Luzia Sánchez, jazedes em gram falha, João Soares Coelho

Maestre, tôdolos vossos cantares, Gonçalo Anes do Vinhal

Maestre, tôdolos vossos cantares, Gonçalo Anes do Vinhal

Maior Garcia est homiziada, Pero Garcia de Ambroa

Maior Garcia sempr'oi[u] dizer, João Baveca

Maior Garcia vi tam pobr'ogano, Pedro Amigo de Sevilha

Maior Garcia vi tam pobr'ogano, Pedro Amigo de Sevilha

Maior guarda vos derom ca soíam, senhor, Airas Pais

Mal me tragedes, ai filha, por que quer'haver amigo, Juião Bolseiro

Mala ventura me venha, Rui Pais de Ribela

Mala ventura me venha, Rui Pais de Ribela

Mari'Mateu, ir-me quer'eu daquém, Afonso Anes do Cotom

Maria Balteira, porque jogades, Pero Garcia Burgalês

Maria Balteira, porque jogades, Pero Garcia Burgalês

Maria Balteira, porque jogades, Pero Garcia Burgalês

Maria Balteira, que se queria, Pedro Amigo de Sevilha

Maria Balteira, que se queria, Pedro Amigo de Sevilha

Maria do Grave, grav'é de saber, João Soares Coelho

- Maria Genta, Maria Genta da saia cintada, Rui Pais de Ribela

Maria Leve, u se maenfestava, João Vasques de Talaveira

Maria Leve, u se maenfestava, João Vasques de Talaveira

Maria Negra des[a]ventuirada!, Pero Garcia Burgalês

Maria Negra vi eu, em outro dia, Pero Garcia Burgalês

Maria Negra vi eu, em outro dia, Pero Garcia Burgalês

Maria Pérez se maenfestou, Fernão Velho

Maria Pérez se maenfestou, Fernão Velho

[Maria Pérez vi muit'assanhada,], Afonso X

[Maria Pérez vi muit'assanhada,], Afonso X

Maria Pérez, a nossa cruzada, Pero da Ponte

Maria Pérez, a nossa cruzada, Pero da Ponte

Maria Pérez, and'eu mui coitado, Pero Mafaldo

Maria Pérez, and'eu mui coitado, Pero Mafaldo

Marinha Crespa, sabedes filhar, Pero da Ponte

Marinha Foça quis saber, Pero da Ponte

Marinha López, oimais, a seu grado, Pero da Ponte

Marinha Mejouchi, Pero d'Ambroa, Pedro Amigo de Sevilha

Marinha, ende folegares, Pero Viviães ou Afonso Anes do Cotom

Martim Alvelo, João Soares Coelho

Martim de Cornes vi queixar, Pero da Ponte

Martim de Cornes vi queixar, Pero da Ponte

Martim Gil, um homem vil, Estêvão da Guarda

Martim jograr, ai Dona Maria, João Garcia de Guilhade

Martim jograr, que gram cousa, João Garcia de Guilhade

Martim Moia, a mia alma se perca, Afonso Gomes, jograr de Sarria

Martim Moia, a mia alma se perca, Afonso Gomes, jograr de Sarria

Martim Vásquez, noutro dia, Pedro, conde de Barcelos

Martim Vásquez, noutro dia, Pedro, conde de Barcelos

Med'hei do pertigueiro que tem Deça, Afonso X

Meestre Nicolás, a meu cuidar, Afonso Anes do Cotom

Mentr'esta guerra foi, assi, Gil Peres Conde

Mentr'esta guerra foi, assi, Gil Peres Conde

Mester havia Dom Gil, Afonso X

Mester havia Dom Gil, Afonso X

- Meu amigo, quero-vos preguntar, João Airas de Santiago

Meu dano fiz por tal juiz pedir, Estêvão da Guarda

Meu senhor arcebispo, and'eu escomungado, Diego Pezelho

Meu senhor rei de Castela, João Airas de Santiago

Meu senhor rei de Castela, João Airas de Santiago

Meu senhor, se vos aprouguer, Rui Pais de Ribela

Meus amigos, tam desaventurado, Pedro Amigo de Sevilha

Meus amigos, tam desaventurado, Pedro Amigo de Sevilha

Meus amigos, tam desaventurado, Pedro Amigo de Sevilha

Mia madre velida, e nom me guardedes, João Servando

Mia senhor, já eu morrerei, Gil Peres Conde

Mia senhor, já eu morrerei, Gil Peres Conde

Mia senhor, quem me vos guarda, Afonso Sanches

Moir'eu aqui d'adessoriam, Pero Gomes Barroso

Moir'eu aqui d'adessoriam, Pero Gomes Barroso

Moir, e faço dereito, Vidal

Molher com'eu nom vive, coitada:, Airas Carpancho

Morr'o meu amigo d'amor, João Garcia de Guilhade

Melhor ca m'eu governo, D. Dinis

Muito mi praz d'ũa rem, Lopo Lias

- Muito te vejo, Lourenço, queixar, João Garcia de Guilhade, Lourenço

- Muito te vejo, Lourenço, queixar, João Garcia de Guilhade, Lourenço

Natura das animalhas, Pedro, conde de Barcelos

Natura das animalhas, Pedro, conde de Barcelos

Nenguem-mim, que vistes mal doente, Fernão Garcia Esgaravunha

No mundo nom me sei parelha, Paio Soares de Taveirós

Nom há, meu padre, a quem peça, Pero Larouco

Nom há, meu padre, a quem peça, Pero Larouco

Nom levava nem dinheiro, Gonçalo Anes do Vinhal

Nom me posso pagar tanto, Afonso X

Nom me posso pagar tanto, Afonso X

Nom pode Deus, pero pod'em poder, João Lobeira

Nom quer'eu donzela fea, Afonso X

Nom quer'eu donzela fea, Afonso X

Nom sei dona que podesse, Fernão Pais de Tamalhancos

Nom sei no mundo outro homem tam coitado, Pedro Amigo de Sevilha

Nom sei no mundo outro homem tam coitado, Pedro Amigo de Sevilha

Nom vi molher, des que naci, João Airas de Santiago

Nostro Senhor, com'eu ando coitado, Martim Soares

Nostro Senhor, com'eu ando coitado, Martim Soares

Nostro Senhor, com'eu ando coitado, Martim Soares

Nostro Senhor, que bem alberguei, Pero Garcia Burgalês

Noutro dia, em Carrion, Pero da Ponte

Noutro dia, em Carrion, Pero da Ponte

Nunca [a]tam gram torto vi, João Garcia de Guilhade

Nunca Deus quis nulha cousa gram bem, Pero Garcia Burgalês

O arrais de Roi Garcia, Afonso Mendes de Besteiros

O caparom de marvi, Estêvão da Guarda

O Demo m'houvera hoj'a levar, Rui Queimado

O genete, Afonso X

O genete, Afonso X

O infançom houv'atal, Lopo Lias

O meu amigo novas sabe já, João Airas de Santiago

O meu senhor o bispo, na Redondela, um dia, Airas Nunes

O que da guerra levou cavaleiros, Afonso X

O que foi passar a serra, Afonso X

O que me d'Ensar corrudo, Pero Larouco

O que veer quiser, ai cavaleiro, João Vasques de Talaveira

Ogan[o], em Muimenta, João Soares Somesso

Oí d'Alvelo que era casado, Afonso Lopes de Baião

Ora é já Martim Vaásquez certo, Estêvão da Guarda

Ora é já Martim Vaásquez certo, Estêvão da Guarda

Ora é já Martim Vaásquez certo, Estêvão da Guarda

Ora quer Lourenço guarir, João Garcia de Guilhade

Ora tenho guisado, Lopo Lias

Ora vam a Sam Servando donas fazer romaria, João Servando

Ora vej'eu que est aventurado, Pero Garcia de Ambroa

Ora vej'eu que fiz mui gram folia, Pero Garcia Burgalês

Orraca López vi doente um dia, Afonso Anes do Cotom

Os beesteiros daquesta fronteira, Pero Garcia de Ambroa

Os beesteiros daquesta fronteira, Pero Garcia de Ambroa

Os de Burgos som coitados, Pero da Ponte

Os que dizem que veem bem e mal, João Airas de Santiago

Os vossos meus maravedis, senhor, Gil Peres Conde

Os zevrões forom buscar, Lopo Lias

Ou é Meliom Garcia queixoso, D. Dinis

Paai Rengel e outros dous romeus, Afonso Anes do Cotom

Par Deus, amigos, gram torto tomei, João Baveca

Par Deus, coitada vivo, Pero Gonçalves de Portocarreiro

Par Deus, infançom, queredes perder, João Garcia de Guilhade

Par Deus, Lourenço, mui desaguisadas, João Garcia de Guilhade

Partir quer migo mia madr'hoj'aqui, Juião Bolseiro

Pedi eu o cono a ũa molher, Pero Garcia de Ambroa

Pediu hoj'um ric'home, Pedro Amigo de Sevilha

Pedr'Amigo duas sobêrvias faz, Lourenço

- Pedr'Amigo, quero de vós saber, Vasco Peres Pardal, Pedro Amigo de Sevilha

- Pedr'Amigo, quero de vós saber, Vasco Peres Pardal, Pedro Amigo de Sevilha

Penhoremos o daiam, Afonso X

Per'Ordónhez, torp'e desembrado, Pedro Amigo de Sevilha

Pero d'Ambroa prometeu, de pram, João Baveca

Pero d'Ambroa, haveredes pesar, Pero Mafaldo

Pero d'Ambroa, se Deus mi perdom, Pero Gomes Barroso

Pero d'Ambroa, sempr'oí cantar, Gonçalo Anes do Vinhal

Pero d'Ambroa, sodes maiordomo, João Baveca

Pero d'Ambroa, tal senhor havedes, Pedro Amigo de Sevilha

Pero d'Ambroa, tal senhor havedes, Pedro Amigo de Sevilha

Pero d'Armea, quando composestes, Pero Garcia de Ambroa

Pero da Pont'há feito gram pecado, Afonso X

- Pero da Pont', e[m] um vosso cantar, Afonso Anes do Cotom, Pero da Ponte

- Pero da Ponte, ou eu nom vejo bem, Afonso Anes do Cotom, Pero da Ponte

Pero da Ponte, paro-vos sinal, Afonso X

Pero da Ponte, paro-vos sinal, Afonso X

Pero Fernándiz, home de barnage, Gonçalo Anes do Vinhal

Pero Garcia me disse, João Airas de Santiago

Pero Lourenço, comprastes, Pero Gomes Barroso

- Pero Martiins, ora por caridade, Vasco Gil, Pero Martins

Pero me vós, donzela, mal queredes, Pero Garcia Burgalês

Pero que hei ora mêngua de companha, Afonso X

Pero Rodriguiz, da vossa molher, Martim Soares

Pois [que] vos vós cavidar nom sabedes, Pero da Ponte

Pois [que] vos vós cavidar nom sabedes, Pero da Ponte

Pois a todos avorrece, Estêvão da Guarda

Pois a todos avorrece, Estêvão da Guarda

Pois a todos avorrece, Estêvão da Guarda

Pois boas donas som desemparadas, Martim Soares

Pois boas donas som desemparadas, Martim Soares

Pois nossas madres vam a Sam Simom, Pero Viviães

Pois que eu ora morto for, Rui Queimado

Pois que Dom Gómez Cura querria, Airas Peres Vuitorom

Pois que te preças d'haver sem comprido, Estêvão da Guarda

Pois que te preças d'haver sem comprido, Estêvão da Guarda

Pois teu preit'anda juntando, Estêvão da Guarda

Pois vós, filha, queredes mui gram bem, João de Requeixo

Por Deus, amigas, que será,, João Garcia de Guilhade

Por Dom Foam em sa casa comer, Pero Viviães

Por Dom Foam em sa casa comer, Pero Viviães

Por en Tareija Lópiz nom quer Pero Marinho:, Afonso Soares Sarraça

Por fazer romaria pug'em meu coraçom, Airas Carpancho

Por mia senhor fremosa quer'eu bem, Rui Queimado

Porque no mundo mengou a verdade, Airas Nunes

Porque vos quer'eu mui gram bem, Nuno Peres Sandeu

Preguntad'um ric'home, Rui Pais de Ribela

Preguntei ũa don[a] em como vos direi:, Rodrigo Anes de Vasconcelos

Proençaes soem mui bem trobar, D. Dinis

Quand'Albardam fogia d'aalém, Martim Soares

Quand'eu a Sam Servando fui um dia daqui, João Servando

Quand'eu d'Olide saí, Pero da Ponte

Quand'eu passei per Dormãa, Fernão Pais de Tamalhancos

Quand'eu sobi nas torres sôbe'lo mar, Gonçalo Anes do Vinhal

Quand'eu um dia fui em Compostela, Pedro Amigo de Sevilha

Quando chamam Joan'Airas, reedor, bem cuid'eu logo, João Airas de Santiago

Quant'eu de vós, mia senhor, receei, Fernão Velho

Quanto durou este dia, Vasco Rodrigues de Calvelo

Que mi queredes, ai madr'e senhor?, João Lopes de Ulhoa

Que muito mi de Fernam Diaz praz, Pero Garcia Burgalês

Que sem mesura Deus é contra mi!, Vasco Gil

Quem a sa filha quiser dar, Pero da Ponte

Quem a sesta quiser dormir, Pero da Ponte

- Quem ama Deus, Lourenç', am'a verdade, João Soares Coelho, Lourenço

Quem diz de Dom 'Stêvam que nom vê bem, João Soares Coelho

Quem diz de Dom 'Stêvam que nom vê bem, João Soares Coelho

Quem hoj'houvesse, Lopo Lias

Quem nunca sal da pousada, Gil Peres Conde

Quem nunca sal da pousada, Gil Peres Conde

Quer'eu gram bem a mia senhor, Pedro Amigo de Sevilha

Quer'eu gram bem a mia senhor, Pedro Amigo de Sevilha

Quer'eu em maneira de proençal, D. Dinis

Quer-mi a mi ũa dona mal, Gil Peres Conde

- Quero que julguedes, Pero Garcia, Lourenço, Pero Garcia Burgalês

Querri'agora fazer um cantar, Pero Garcia de Ambroa

Querri'agora fazer um cantar, Pero Garcia de Ambroa

Quisera vosco falar de grado, D. Dinis

Quisera vosco falar de grado, D. Dinis

Quisera vosco falar de grado, D. Dinis

Quite-mi a mi meu senhor, Gil Peres Conde

Quite-mi a mi meu senhor, Gil Peres Conde

- Rodrig'Eanes, queria saber, Lourenço, Rodrigo Anes de Alvares

Roi Queimado morreu com amor, Pero Garcia Burgalês

Rui Gonçálviz, pero vos agravece, Estêvão da Guarda

Rui Gonçálviz, pero vos agravece, Estêvão da Guarda

Rui Gonçálviz, pero vos agravece, Estêvão da Guarda

Se eu no mundo fiz algum cantar, Pero Garcia de Ambroa

Se eu no mundo fiz algum cantar, Pero Garcia de Ambroa

Se m'el-rei dess'algo, já m'iria, Lopo Lias

Se m'el-rei dess'algo, já m'iria, Lopo Lias

Se me graça fezesse este Papa de Roma!, Afonso X

Se vós, Dom Foão, dizedes, Estêvão da Guarda

Sedia la fremosa seu sirgo torcendo, Estevão Coelho

Sedia la fremosa seu sirgo torcendo, Estevão Coelho

Sedia-xi Dom Belpelho em ũa sa maison, Afonso Lopes de Baião

Sedia-xi Dom Belpelho em ũa sa maison, Afonso Lopes de Baião

Sela aleivosa, em mao dia te vi, Lopo Lias

Senhor fremosa, oí eu dizer, Lourenço

Senhor fremosa, oí eu dizer, Lourenço

- Senhor, eu quer'ora de vós saber, Pero Garcia Burgalês, Anónimo

Senhor, justiça viimos pedir, Afonso X

Senhor, justiça viimos pedir, Afonso X

Sueir'Eanes, este trobador, Pero da Ponte

Sueir'Eanes, este trobador, Pero da Ponte

Sueir'Eanes, nunca eu terrei, Pero da Ponte

Sueir'Eanes, um vosso cantar, Afonso Anes do Cotom

Tant'é Meliom pecador, D. Dinis

Tercer dia ante Natal, Lopo Lias

Todos dizem que Deus nunca pecou, Pero Guterres

Treides, ai mia madr', em romaria, Martim de Ginzo

Triste and'eu velida, e bem vo-lo digo, João Servando

U noutro dia Dom Foam, D. Dinis

U, com Dom Beeito, aos preitos veerom, João Airas de Santiago

U, com Dom Beeito, aos preitos veerom, João Airas de Santiago

Ũa dona foi de pram, Gonçalo Anes do Vinhal

Ũa dona, nom dig'eu qual, João Airas de Santiago

Ũa dona, nom dig'eu qual, João Airas de Santiago

Ũa dona, nom dig'eu qual, João Airas de Santiago

Ũa donzela coitado, Caldeirom ou Pero Viviães

Ũa donzela jaz [preto d]aqui, Martim Soares

Ũa donzela jaz [preto d]aqui, Martim Soares

Ũa donzela quis eu mui gram bem, João Soares Somesso

- Ũa pregunta vos quero fazer, Paio Gomes Charinho, Afonso X

Um bispo diz aqui, por si, Pedro Amigo de Sevilha

Um cantar novo d'amigo, Pedro Amigo de Sevilha

Um cavaleiro havia, Pedro, conde de Barcelos

Um cavaleiro me diss'em baldom, Estêvão da Guarda

Um cavaleiro, fi'de clerigom, Pedro Amigo de Sevilha

Um cavalo nom comeu, João Garcia de Guilhade

Um dia fui cavalgar, Pero da Ponte

Um escudeiro vi hoj'arrufado, João Baveca

Um infançom mi há convidado, Nunes

Um infançom mi há convidado, Nunes

Um ric'homaz, um ric'homaz, Rui Pais de Ribela

Um ric'homaz, um ric'homaz, Rui Pais de Ribela

Um ric'home a que um trobador, Afonso Sanches

Um sangrador de Leirea, Mem Rodrigues de Briteiros ou João Fernandes de Ardeleiro

Um sangrador de Leirea, Mem Rodrigues de Briteiros ou João Fernandes de Ardeleiro

- Vaasco Martins, pois vós trabalhades, Afonso Sanches, Vasco Martins de Resende

Vaiamos, irmana, vaiamos dormir, Fernando Esquio

Vedes agora que mala ventura, Vasco Peres Pardal

Vedes agora que mala ventura, Vasco Peres Pardal

- Vedes, Picandom, som maravilhado, João Soares Coelho, Picandom

- Vedes, Picandom, som maravilhado, João Soares Coelho, Picandom

Veerom-m'agora dizer, Afonso Anes do Cotom

Vem um ric'home das truitas, Rui Pais de Ribela

- Vi eu donas em celado, Pero Velho de Taveirós, Paio Soares de Taveirós

- Vi eu donas em celado, Pero Velho de Taveirós, Paio Soares de Taveirós

Vi eu estar noutro dia, João Garcia de Guilhade

Vi um coteife de mui gram granhom, Afonso X

Vistes o cavaleiro que dizia, Fernão Rodrigues de Calheiros

- Vós, Dom Josep, venho eu preguntar, Estêvão da Guarda, Josepe

Vós, que por Pero Tinhoso preguntades, se queredes, Pero Viviães

Vós, que por Pero Tinhoso preguntades, se queredes, Pero Viviães

Vosso pai na rua, João de Gaia