Pesquisa por tema

Tema = Grupos sociais/profissionais

 

373 ocorrências encontradas.


A ũa velha quisera trobar, Afonso Anes do Cotom

A dona de Bagüin, Lopo Lias

A dona fremosa do Soveral, Lopo Lias

A Dona Maria [há] soidade, Lopo Lias

À lealdade da Bezerra, que pela Beira muit'anda,, Airas Peres Vuitorom

À lealdade da Bezerra, que pela Beira muit'anda,, Airas Peres Vuitorom

À lealdade da Bezerra, que pela Beira muit'anda,, Airas Peres Vuitorom

À lealdade da Bezerra, que pela Beira muit'anda,, Airas Peres Vuitorom

A mi quer mal o infançom, Lopo Lias

A rem que mi a mi mais valer, Airas Engeitado

A sa vida seja muita, João, jograr

A sa vida seja muita, João, jograr

A Santiag'em romaria vem, Airas Nunes

A um frade dizem escaralhado, Fernando Esquio

A um frade dizem escaralhado, Fernando Esquio

A vós, Dona abadessa, Fernando Esquio

Abadessa, Nostro Senhor, Gonçalo Anes do Vinhal

Abadessa, oí dizer, Afonso Anes do Cotom

- Abril Pérez, muit'hei eu gram pesar, Bernal de Bonaval, Abril Peres

Achei Sanch[a] Anes encavalgada, Afonso X

Achou-s'um bispo que eu sei um dia, Airas Nunes

Afons'Afonses, batiçar queredes, Afonso Sanches

Agora me quer'eu já espedir, Nuno Anes Cerzeo

Ai amor, amore de Pero Cantone, Fernão Soares de Quinhones

Ai Deus! Que grave coita de sofrer:, Pero Garcia Burgalês

- Ai, Pai Soárez, venho-vos rogar, Martim Soares, Paio Soares de Taveirós

Airas Moniz, o zevrom, Lopo Lias

Algum bem mi deve ced'a fazer, João Airas de Santiago

Alvar Rodriguiz dá preço d'esforço, Estêvão da Guarda

Amiga, muit'há que nom sei, Fernão Fernandes Cogominho

Amigas, eu oí dizer , Gonçalo Anes do Vinhal

Amigas, eu oí dizer , Gonçalo Anes do Vinhal

Amigos, cuid'eu que Nostro Senhor, Martim Moxa

Ansur Moniz, muit'houve gram pesar, Afonso X

Ao daiam de Cález eu achei, Afonso X

Ao lançar do pao, Lopo Lias

Aos mouros que aqui som, Pero da Ponte

Bem me cuidei eu, Maria Garcia, Afonso Anes do Cotom

Bem sabedes, senhor rei, Gil Peres Conde

Bem viu Dona Maria, João Vasques de Talaveira

Bernal Fendudo, quero-vos dizer, João Baveca

Bernal Fendudo, quero-vos dizer, João Baveca

Bispo, senhor, eu dou a Deus bom grado, Estêvão da Guarda

Bom casament'é, pera Dom Gramilho, João Soares Coelho

Bom casament'é, pera Dom Gramilho, João Soares Coelho

- Cabelos, los meus cabelos, João Zorro

Cavaleiro, com vossos cantares, Martim Soares

Cavalgava noutro dia, João Peres de Aboim

Chegou aqui Dom Foam e veo mui bem guisado, Pero Gomes Barroso

Cítola vi [or']andar-se queixando, Afonso X

Com alguém é 'qui Lopo desfiado, Martim Soares

Com gram coita, rogar que m'ajudasse, João Velho de Pedrogães

Com vossa graça, minha senhor, Fernão Pais de Tamalhancos

Com vossa graça, minha senhor, Fernão Pais de Tamalhancos

Come asno no mercado, João de Gaia

Comerom [os] infanções, em outro dia, João Servando

Contar-vos-ei costumes e feituras, Fernão Soares de Quinhones

Covilheira velha, se vos fezesse, Afonso Anes do Cotom

D'ũa cousa sõo maravilhado, Pero Garcia Burgalês

D'um home sei eu de mui bom logar, Gil Peres Conde

D'um tal ric'home ouç'eu dizer, Pero da Ponte

D'um tal ric'home vos quero contar, Pero da Ponte

Da esteira vermelha cantarei, Lopo Lias

De como mi ora com el-rei aveo, Afonso Fernandes Cubel

De grado queria ora saber, Afonso X

De longas vias, mui longas mentiras, Nuno Fernandes Torneol

De Martim Moia posfaçam as gentes, Martim

De qual engano prendemos, Vasco Peres Pardal

De quant[o] hoj'eno mundo querria, João Servando

De quantas cousas eno mundo som, Paio Gomes Charinho

De Sueir'Eanes direi, Pero da Ponte

De vós, senhor, quer'eu dizer verdade, Pero Larouco

Desfiar enviarom ora de Tudela, Airas Nunes

Desfiar enviarom ora de Tudela, Airas Nunes

Desmentido m'há 'qui um trobador, João Soares Coelho

Desto som os zevrões, Lopo Lias

Deu ora el-rei seus dinheiros, Afonso Lopes de Baião

Deus! Com'ora perdeu Joam Simiom, D. Dinis

Deus! Como se forom perder e matar, João Garcia de Guilhade

Direi-vos eu d'um ric'home, Afonso X

Direi-vos ora que oí dizer, João Vasques de Talaveira

Diss'hoj'el-rei: - Pois Dom Foão mais val, Estêvão da Guarda

Disse um infante ante sa companha, Fernando Esquio

Disse-m'hoj'assi um home, Estêvão da Guarda

Dizem que ora chegou Dom Beeito, João Airas de Santiago

Dizem, senhor, que um vosso parente, Estêvão da Guarda

Dizem, senhor, que um vosso parente, Estêvão da Guarda

Do que eu quigi, per sabedoria, Estêvão da Guarda

Do que sabia nulha rem nom sei, Pero Gomes Barroso

Dom Afonso Lopes de Baiam quer, Paio Gomes Charinho

Dom Airas, pois me rogades, Afonso X

Dom Beeito, home duro, João Airas de Santiago

Dom Bernaldo, pesa-me que tragedes, João Baveca

Dom Bernaldo, por que nom entendedes, Airas Peres Vuitorom

Dom Domingo Caorinha, João Servando

Dom Estêvam achei noutro dia, Mem Rodrigues Tenoiro

Dom Estêvam diz que desamor, Airas Peres Vuitorom

Dom Foão, quand'ogano i chegou, Afonso X

Dom Foão, que eu sei que há preço de livão, Afonso Mendes de Besteiros

Dom Gonçalo, pois queredes ir daqui pera Sevilha, Afonso X

Dom Guilhelm'e Dom Adam e Dom Miguel Carriço, Fernão Soares de Quinhones

Dom Martim Galo est acostumado, Airas Peres Vuitorom

Dom Meendo, Dom Meendo, Afonso X

Dom Meendo, vós veestes, Afonso X

Dom Pedro, est[e] cunhado d'el-rei, Fernão Rodrigues Redondo

Dom Pero Núnez era em Cornado, João Airas de Santiago

Dom Rodrigo, moordomo, que bem pôs a 'l-rei a mesa, Afonso X

Dom Vuitorom, o que vos a vós deu, João Soares Coelho

Domingas Eanes houve sa baralha, Afonso X

Domingas Eanes houve sa baralha, Afonso X

Dona Maria Negra, bem talhada, Pero Garcia Burgalês

Dona Ouroana, pois já besta havedes, João Garcia de Guilhade

El-rei de Portugale, João Zorro

Elvira López, aqui noutro dia, João Garcia de Guilhade

Elvira López, aqui noutro dia, João Garcia de Guilhade

Elvira López, que mal vos sabedes, João Garcia de Guilhade

Elvira López, que mal vos sabedes, João Garcia de Guilhade

Em almoeda vi estar, Pero da Ponte

Em Arouca ũa casa faria, Afonso Lopes de Baião

Em este som de negrada, Lopo Lias

Em gram coita andáramos com el-rei, Gonçalo Anes do Vinhal

Em gram coita andáramos com el-rei, Gonçalo Anes do Vinhal

Em muit'andando, cheguei a logar, Martim Moxa

Em preito que Dom Foam há, Estêvão da Guarda

Enmentar quer'eu do brial, Lopo Lias

- Escudeiro, pois armas queredes, Lopo Lias

Esta ama, cuj'é Joam Coelho, Fernão Garcia Esgaravunha

Estavam hoje duas soldadeiras, João Baveca

Eu bem me cuidava que er'avoleza, Pero da Ponte

Eu convidei um prelado a jantar, se bem me venha, João de Gaia

Eu sõo tam muit'amador, Paio Soares de Taveirós

Falavam duas irmanas, estand'ante sa tia,, Afonso X

Falavam duas irmanas, estand'ante sa tia,, Afonso X

Fernam Gil ham aqui ameaçado, Afonso Anes do Cotom

Fernam Gil ham aqui ameaçado, Afonso Anes do Cotom

Foi a cítola temperar, Martim Soares

Foi Dom Fagundo um dia convidar, Afonso Anes do Cotom

Foi um dia Lopo jograr, Martim Soares

Foi um dia Lopo jograr, Martim Soares

Fui eu poer a mão noutro di-, Afonso X

Gram mal me faz agora 'l-rei, Fernão Pais de Tamalhancos

Gram mal me faz agora 'l-rei, Fernão Pais de Tamalhancos

Já lhi nunca pediram, Afonso Mendes de Besteiros

Já Martim Vaásquez da estrologia, Estêvão da Guarda

Já Martim Vaásquez da estrologia, Estêvão da Guarda

Já um s'achou com corpes, que fezerom, Airas Peres Vuitorom

- Joan'Airas, ora vej'eu que há, João Vasques de Talaveira, João Airas de Santiago

Joam Baveca e Pero d'Ambrõa, Pedro Amigo de Sevilha

Joam Bol'anda mal desbaratado, D. Dinis

Joam Fernández, o mund'é torvado, João Soares Coelho

Joam Fernándiz, aqui é chegado, Rui Gomes de Briteiros

Joam Fernándiz, mentr'eu vosc'houver, João Soares Coelho

Joam Fernándiz, um mour'est aqui, Martim Soares

Joam Garcia tal se foi loar, João Soares Coelho

Joam Garcia tal se foi loar, João Soares Coelho

Joam Nicolás soube guarecer, Airas Peres Vuitorom

Joam Rodriguiz foi desmar a Balteira, Afonso X

- Joam Soárez, comecei, João Peres de Aboim, João Soares Coelho

- Joam Soárez, nom poss'eu estar, João Peres de Aboim, João Soares Coelho

Joam Soares, pero vós teedes, Airas Peres Vuitorom

Jograr Saco, nom tenh'eu que fez razom, Fernão Pais de Tamalhancos

Jograr, mal desemparado, João Soares Coelho

Jograr, três cousas havedes mester, Gil Peres Conde

- Juïão, quero contigo fazer, Mem Rodrigues Tenoiro, Juião Bolseiro

Jus'a lo mar e o rio, João Zorro

Loavam um dia, em Lugo, Elvira, João Romeu de Lugo

Lopo jograr, és gargantom, Martim Soares

Lourenço Bouçom, o vosso vilão, João Velho de Pedrogães

Lourenço nom mi quer creer, Pedro Amigo de Sevilha

Lourenço, pois te quitas de rascar, João Garcia de Guilhade

- Lourenço, soías tu guarecer, João Peres de Aboim, Lourenço

Luzia Sánchez, jazedes em gram falha, João Soares Coelho

Madre, passou per aqui um cavaleiro, Fernão Rodrigues de Calheiros

Maestr'Acenço, dereito faria, Martim Moxa

Maior Garcia est homiziada, Pero Garcia de Ambroa

Maior Garcia sempr'oi[u] dizer, João Baveca

Maior Garcia sempr'oi[u] dizer, João Baveca

Maior Garcia vi tam pobr'ogano, Pedro Amigo de Sevilha

Mandad'hei comigo, Martim Codax

Mari'Mateu, ir-me quer'eu daquém, Afonso Anes do Cotom

Maria Balteira, porque jogades, Pero Garcia Burgalês

Maria Balteira, que se queria, Pedro Amigo de Sevilha

Maria do Grave, grav'é de saber, João Soares Coelho

Maria Leve, u se maenfestava, João Vasques de Talaveira

Maria Negra des[a]ventuirada!, Pero Garcia Burgalês

Maria Negra vi eu, em outro dia, Pero Garcia Burgalês

Maria Pérez se maenfestou, Fernão Velho

[Maria Pérez vi muit'assanhada,], Afonso X

Maria Pérez, a nossa cruzada, Pero da Ponte

Maria Pérez, and'eu mui coitado, Pero Mafaldo

Marinha Crespa, sabedes filhar, Pero da Ponte

Marinha Foça quis saber, Pero da Ponte

Marinha López, oimais, a seu grado, Pero da Ponte

Marinha López, oimais, a seu grado, Pero da Ponte

Marinha Mejouchi, Pero d'Ambroa, Pedro Amigo de Sevilha

Marinha, ende folegares, Pero Viviães ou Afonso Anes do Cotom

Martim Gil, um homem vil, Estêvão da Guarda

Martim jograr, ai Dona Maria, João Garcia de Guilhade

Martim jograr, que gram cousa, João Garcia de Guilhade

Martim Moia, a mia alma se perca, Afonso Gomes, jograr de Sarria

Martim Vásquez, noutro dia, Pedro, conde de Barcelos

Meestre Nicolás, a meu cuidar, Afonso Anes do Cotom

Mete el-rei barcas no rio forte, João Zorro

Meu dano fiz por tal juiz pedir, Estêvão da Guarda

Meu dano fiz por tal juiz pedir, Estêvão da Guarda

Meu senhor arcebispo, and'eu escomungado, Diego Pezelho

Meu senhor arcebispo, and'eu escomungado, Diego Pezelho

Meu senhor rei de Castela, João Airas de Santiago

Meu senhor, direi-vos ora:, Pero Gomes Barroso

- Mia senhor, vim-vos rogar, Airas Moniz de Asma

Moitos s'enfingem que ham gaanhado, Pedro Amigo de Sevilha

Mort'é Dom Martim Marcos, ai Deus! Se é verdade, Pero da Ponte

Natura das animalhas, Pedro, conde de Barcelos

No mundo nom me sei parelha, Paio Soares de Taveirós

E nom est a de Nogueira, Pedro Anes Solaz

Nom é Amor em cas d'e[l]-rei, Gil Peres Conde

Nom levava nem dinheiro, Gonçalo Anes do Vinhal

Nom sei dona que podesse, Fernão Pais de Tamalhancos

Nom troux'estes cavaleiros aqui, Gil Peres Conde

Nostro Senhor Deus! Que prol vos tem ora, Pero da Ponte

Nostro Senhor! que nom fui guardado, João Lopes de Ulhoa

Nostro Senhor, que bem alberguei, Pero Garcia Burgalês

Noutro dia, em Carrion, Pero da Ponte

Nunca [a]tam gram torto vi, João Garcia de Guilhade

O arrais de Roi Garcia, Afonso Mendes de Besteiros

O caparom de marvi, Estêvão da Guarda

O caparom de marvi, Estêvão da Guarda

O Demo m'houvera hoj'a levar, Rui Queimado

O genete, Afonso X

O genete, Afonso X

O infançom houv'atal, Lopo Lias

O meu amigo que é com el-rei, Pero Gomes Barroso

O meu senhor o bispo, na Redondela, um dia, Airas Nunes

O mui bom rei que conquis a fronteira, Pero da Ponte

O que Balteira ora quer vingar, Pero Garcia de Ambroa

O que seja no pavio, João Fernandes de Ardeleiro

O que Valença conquereu, Pero da Ponte

O que veer quiser, ai cavaleiro, João Vasques de Talaveira

Ogan[o], em Muimenta, João Soares Somesso

Oí hoj'eu ũa pastor cantar, Airas Nunes

Ora faz host'o senhor de Navarra, João Soares de Paiva

Ora já nom poss'eu creer, Pero da Ponte

Ora quer Lourenço guarir, João Garcia de Guilhade

Ora tenho guisado, Lopo Lias

Orraca López vi doente um dia, Afonso Anes do Cotom

Os beesteiros daquesta fronteira, Pero Garcia de Ambroa

Os d'Aragom, que soem donear, Caldeirom

Os de Burgos som coitados, Pero da Ponte

Os namorados que trobam d'amor, João, jograr

Os namorados que trobam d'amor, João, jograr

Os privados, que d'el-rei ham, Pedro, conde de Barcelos

Os zevrões forom buscar, Lopo Lias

Houv'Albardam caval'e seendeiro, Martim Soares

Par Deus, amigos, gram torto tomei, João Baveca

Par Deus, infançom, queredes perder, João Garcia de Guilhade

Pediu hoj'um ric'home, Pedro Amigo de Sevilha

- Pedr'Amigo, quer'ora ũa rem, João Baveca, Pedro Amigo de Sevilha

- Pedr'Amigo, quer'ora ũa rem, João Baveca, Pedro Amigo de Sevilha

- Pedr'Amigo, quero de vós saber, Vasco Peres Pardal, Pedro Amigo de Sevilha

- Pedr'Amigo, quero de vós saber, Vasco Peres Pardal, Pedro Amigo de Sevilha

Pelo souto de Crexente, João Airas de Santiago

Penhoremos o daiam, Afonso X

Per como achamos na Santa Escritura, Martim Moxa

Per'Ordónhez, torp'e desembrado, Pedro Amigo de Sevilha

Per quant'eu vejo, Martim Moxa

Pero Colhos é deitado, Mem Rodrigues de Briteiros ou João Fernandes de Ardeleiro

Pero d'Ambroa prometeu, de pram, João Baveca

Pero d'Ambroa, haveredes pesar, Pero Mafaldo

Pero d'Ambroa, haveredes pesar, Pero Mafaldo

Pero d'Ambroa, sempr'oí cantar, Gonçalo Anes do Vinhal

Pero d'Ambroa, sodes maiordomo, João Baveca

Pero da Pont'há feito gram pecado, Afonso X

- Pero da Pont', e[m] um vosso cantar, Afonso Anes do Cotom, Pero da Ponte

Pero da Ponte, paro-vos sinal, Afonso X

Pero el-rei há defeso, Estêvão da Guarda

Pero el-rei há defeso, Estêvão da Guarda

Pero eu vejo aqui trobadores, Anónimo de Santarém

Pois boas donas som desemparadas, Martim Soares

Pois boas donas som desemparadas, Martim Soares

Pois nom hei de Dona Elvira, Anónimo 1 ou Martim Soares

Pois que eu ora morto for, Rui Queimado

Pois que Dom Gómez Cura querria, Airas Peres Vuitorom

Pois teu preit'anda juntando, Estêvão da Guarda

Polo meu mal filhou-[s'ora] el rei, Lopo

Por en Tareija Lópiz nom quer Pero Marinho:, Afonso Soares Sarraça

Porque no mundo mengou a verdade, Airas Nunes

Pôs conta el-rei em todas sas fronteiras, Gil Peres Conde

Preguntad'um ric'home, Rui Pais de Ribela

Preguntei ũa don[a] em como vos direi:, Rodrigo Anes de Vasconcelos

Preguntou Joam Garcia, Rui Queimado

Quand'Albardam fogia d'aalém, Martim Soares

Quand'eu passei per Dormãa, Fernão Pais de Tamalhancos

Quand'eu um dia fui em Compostela, Pedro Amigo de Sevilha

Quantos mal ham, se quere[m] guarecer, Gonçalo Anes do Vinhal

Que bem se soub'acompanhar, Pero da Ponte

Que mal s'este mundo guisou, Pero da Ponte

Quem a sa filha quiser dar, Pero da Ponte

Quem a sesta quiser dormir, Pero da Ponte

- Quem ama Deus, Lourenç', am'a verdade, João Soares Coelho, Lourenço

Quem nunca sal da pousada, Gil Peres Conde

Quem nunca sal da pousada, Gil Peres Conde

Quem seu parente vendia, Pero da Ponte

Quem seu parente vendia, Pero da Ponte

Quem viu o mundo qual o eu já vi , Martim Moxa

Quite-mi a mi meu senhor, Gil Peres Conde

Rei Judeorum, Jesu Nazareno, Fernão Soares de Quinhones

Rei Judeorum, Jesu Nazareno, Fernão Soares de Quinhones

Rogo-te, ai Amor, que queiras migo morar, Rui Martins do Casal

Roi Queimado morreu com amor, Pero Garcia Burgalês

Rui Gonçálviz, pero vos agravece, Estêvão da Guarda

Sabedes vós: meestre Nicolao, Pero Garcia de Ambroa

Sancha Pérez leve vós parecedes, João Vasques de Talaveira

Se eu no mundo fiz algum cantar, Pero Garcia de Ambroa

Se eu ousass'a Maior Gil dizer, Vasco Rodrigues de Calvelo

Se me graça fezesse este Papa de Roma!, Afonso X

Se me graça fezesse este Papa de Roma!, Afonso X

Sedia-xi Dom Belpelho em ũa sa maison, Afonso Lopes de Baião

Sei eu um ric'home, se Deus mi pardom, Pero Gomes Barroso

Sei eu, donas, que deitad'é daqui, Gonçalo Anes do Vinhal

Sei eu, donas, que deitad'é daqui, Gonçalo Anes do Vinhal

Sela aleivosa, em mao dia te vi, Lopo Lias

- Senhor, eu quer'ora de vós saber, Pero Garcia Burgalês, Anónimo

Senhor, justiça viimos pedir, Afonso X

Senhor, justiça viimos pedir, Afonso X

Sueir'Eanes, este trobador, Pero da Ponte

Sueir'Eanes, este trobador, Pero da Ponte

Sueir'Eanes, nunca eu terrei, Pero da Ponte

Sueir'Eanes, um vosso cantar, Afonso Anes do Cotom

Suer'Fernándiz, si veja plazer, Rodrigo Anes Redondo ou Fernão Rodrigues Redondo

Tanto sei de vós, ric'homem: pois fordes na alcaria, Afonso X

Tanto sei de vós, ric'homem: pois fordes na alcaria, Afonso X

Tercer dia ante Natal, Lopo Lias

Tôdalas cousas eu vejo partir, João Airas de Santiago

Traj'agora Marinha Sabugal, Afonso Anes do Cotom

U, com Dom Beeito, aos preitos veerom, João Airas de Santiago

Ũa donzela coitado, Caldeirom ou Pero Viviães

Ũa pastor bem talhada, D. Dinis

Ũa pastor se queixava, D. Dinis

- Ũa pregunta quer'a el-rei fazer, Garcia Peres, Afonso X

Um bispo diz aqui, por si, Pedro Amigo de Sevilha

Um cavaleiro há 'qui tal entendença, João Lobeira

Um cavaleiro havia, Pedro, conde de Barcelos

Um cavaleiro me diss'em baldom, Estêvão da Guarda

Um cavaleiro se comprou, Martim Soares

Um cavaleiro, fi'de clerigom, Pedro Amigo de Sevilha

Um cavaleiro, fi'de clerigom, Pedro Amigo de Sevilha

Um dia fui cavalgar, Pero da Ponte

Um escudeiro vi hoj'arrufado, João Baveca

Um escudeiro vi hoj'arrufado, João Baveca

Um escudeiro vi hoj'arrufado, João Baveca

Um escudeiro vi hoj'arrufado, João Baveca

Um infançom mi há convidado, Nunes

Um porteir'há em cas d'el-rei, Gil Peres Conde

Um ric'homaz, um ric'homaz, Rui Pais de Ribela

Um ric'home a que um trobador, Afonso Sanches

Um ric'home que hoj'eu sei, Pero Gomes Barroso

Um sangrador de Leirea, Mem Rodrigues de Briteiros ou João Fernandes de Ardeleiro

- Vaasco Martins, pois vós trabalhades, Afonso Sanches, Vasco Martins de Resende

Vedes agora que mala ventura, Vasco Peres Pardal

- Vedes, Picandom, som maravilhado, João Soares Coelho, Picandom

Veerom-m'agora dizer, Afonso Anes do Cotom

Veerom-m'ora preguntar, Fernão Fernandes Cogominho

Vej'eu as gentes andar revolvendo, Pero Mafaldo

Vem um ric'home das truitas, Rui Pais de Ribela

Vi eu estar noutro dia, João Garcia de Guilhade

Vi eu estar noutro dia, João Garcia de Guilhade

Vi hoj'eu cantar d'amor, D. Dinis

Vi um coteife de mui gram granhom, Afonso X

Vistes o cavaleiro que dizia, Fernão Rodrigues de Calheiros

- Vistes, madr', o escudeiro que m'houvera levar sigo?, Pero da Ponte

- Vós que soedes em corte morar, Martim Moxa ou Anónimo

- Vós, Dom Josep, venho eu preguntar, Estêvão da Guarda, Josepe

Vosso pai na rua, João de Gaia