Pesquisa por tema

Tema = Acontecimentos históricos

 

96 ocorrências encontradas.


À lealdade da Bezerra, que pela Beira muit'anda,, Airas Peres Vuitorom

A Santiag'em romaria vem, Airas Nunes

Ai Deus! Que grave coita de sofrer:, Pero Garcia Burgalês

Ai Santiago, padrom sabido, Paio Gomes Charinho

- Ai, Pedr'Amigo, vós que vos teedes, João Vasques de Talaveira, Pedro Amigo de Sevilha

Alá u nazq la Torona, Garcia Mendes de Eixo

Amigas, eu oí dizer , Gonçalo Anes do Vinhal

As frores do meu amigo, Paio Gomes Charinho

As frores do meu amigo, Paio Gomes Charinho

Bem sabedes, senhor rei, Gil Peres Conde

Bispo, senhor, eu dou a Deus bom grado, Estêvão da Guarda

Chegou aqui Dom Foam e veo mui bem guisado, Pero Gomes Barroso

Chegou Paio de más artes, Pero Mendes da Fonseca

Come asno no mercado, João de Gaia

Como vivo coitada, madre, por meu amigo, Martim de Ginzo

Correola, sodes adeantado, Airas Peres Vuitorom

Da esteira vermelha cantarei, Lopo Lias

De como mi ora com el-rei aveo, Afonso Fernandes Cubel

De quantas cousas eno mundo som, Paio Gomes Charinho

Desfiar enviarom ora de Tudela, Airas Nunes

Disserom m'hoj', ai amiga, que nom, Paio Gomes Charinho

Dom Estêvam fez[o] sa partiçom, João Soares Coelho

Dom Estêvam, em grand'entençom, Rui Queimado

Dom Estêvam, que Lhi nom gradecedes, João Soares Coelho

Dom Estêvam achei noutro dia, Mem Rodrigues Tenoiro

Dom Estêvam diz que desamor, Airas Peres Vuitorom

Dom Estêvam, eu eiri comi, Airas Peres Vuitorom ou Mem Rodrigues Tenoiro

Dom Estêvam, oí por vós dizer, Pedro Amigo de Sevilha

Dom Estêvam, tam de mal talam, Airas Peres Vuitorom

Dom Fernando, vejo-vos andar ledo, Airas Peres Vuitorom

Dom Foão, quand'ogano i chegou, Afonso X

Dom Foão, quand'ogano i chegou, Afonso X

Dom Foão, que eu sei que há preço de livão, Afonso Mendes de Besteiros

Dom Rodrigo, moordomo, que bem pôs a 'l-rei a mesa, Afonso X

Dom Vuitorom, o que vos a vós deu, João Soares Coelho

Eu convidei um prelado a jantar, se bem me venha, João de Gaia

Fernam Díaz é aqui, como vistes, Airas Peres Vuitorom

Fernam Diaz, fazem-vos entender, Estêvão Faião

Garcia López d'Elfaro, Pero da Ponte

Já lhi nunca pediram, Afonso Mendes de Besteiros

Joam Baveca e Pero d'Ambrõa, Pedro Amigo de Sevilha

Joam Fernández, o mund'é torvado, João Soares Coelho

Maestr'Acenço, dereito faria, Martim Moxa

Maria Pérez, a nossa cruzada, Pero da Ponte

Marinha López, oimais, a seu grado, Pero da Ponte

Marinha Mejouchi, Pero d'Ambroa, Pedro Amigo de Sevilha

Martim Gil, um homem vil, Estêvão da Guarda

Mentr'esta guerra foi, assi, Gil Peres Conde

Meu senhor arcebispo, and'eu escomungado, Diego Pezelho

Meu senhor, direi-vos ora:, Pero Gomes Barroso

Mort'é Dom Martim Marcos, ai Deus! Se é verdade, Pero da Ponte

Nom me posso pagar tanto, Afonso X

Nom me posso pagar tanto, Afonso X

Nom troux'estes cavaleiros aqui, Gil Peres Conde

O meu senhor o bispo, na Redondela, um dia, Airas Nunes

O mui bom rei que conquis a fronteira, Pero da Ponte

O que da guerra levou cavaleiros, Afonso X

O que da guerra levou cavaleiros, Afonso X

O que foi passar a serra, Afonso X

O que foi passar a serra, Afonso X

O que Valença conquereu, Pero da Ponte

Ogan[o], em Muimenta, João Soares Somesso

Ora faz host'o senhor de Navarra, João Soares de Paiva

Os d'Aragom, que soem donear, Caldeirom

Os de Burgos som coitados, Pero da Ponte

Os privados, que d'el-rei ham, Pedro, conde de Barcelos

Os vossos meus maravedis, senhor, Gil Peres Conde

Paai Rengel e outros dous romeus, Afonso Anes do Cotom

- Pedr'Amigo, quero de vós saber, Vasco Peres Pardal, Pedro Amigo de Sevilha

Pero d'Ambroa, se Deus mi perdom, Pero Gomes Barroso

Pero Fernándiz, home de barnage, Gonçalo Anes do Vinhal

- Pero Martiins, ora por caridade, Vasco Gil, Pero Martins

Pero nom fui a Ultramar, Martim Soares

Pero que hei ora mêngua de companha, Afonso X

Pero que hei ora mêngua de companha, Afonso X

Pois boas donas som desemparadas, Martim Soares

Polo meu mal filhou-[s'ora] el rei, Lopo

Pôs conta el-rei em todas sas fronteiras, Gil Peres Conde

Quand'eu d'Olide saí, Pero da Ponte

Quantos aqui d'Espanha som, Paio Soares de Taveirós

Quem diz de Dom 'Stêvam que nom vê bem, João Soares Coelho

Quem me podia defender, Gil Peres Conde

Quem mi ora quisesse cruzar, Pedro Amigo de Sevilha

Quem nunca sal da pousada, Gil Peres Conde

Quite-mi a mi meu senhor, Gil Peres Conde

Rogo-te, ai Amor, que queiras migo morar, Rui Martins do Casal

Sei eu um ric'home, se Deus mi pardom, Pero Gomes Barroso

Sei eu, donas, que deitad'é daqui, Gonçalo Anes do Vinhal

Tantas mínguas acham a Dom Foam, Gil Peres Conde

Tanto sei de vós, ric'homem: pois fordes na alcaria, Afonso X

Tu, que ora veens de Montemaior, Gil Sanches

Um cavaleiro se comprou, Martim Soares

Um infançom mi há convidado, Nunes

Um ric'home que hoj'eu sei, Pero Gomes Barroso

Vi um coteife de mui gram granhom, Afonso X

- Vós que soedes em corte morar, Martim Moxa ou Anónimo