Antroponínima

Pessoas referidas em cantigas

D. Foão



Descrição

D. Fulano, forma usual que esconde uma identidade concreta.

Cantigas que referem esta pessoa



A Dom Foam quer'eu gram mal, João Garcia de Guilhade
   (Linha 1): A Dom Foam quer'eu gram mal

A um corretor que vi, Estêvão da Guarda
   (Linha 4): - Da molher som de Dom Foam.

Chegou aqui Dom Foam e veo mui bem guisado, Pero Gomes Barroso
   (Linha 1): Chegou aqui Dom Foam e veo mui bem guisado;

Diss'hoj'el-rei: - Pois Dom Foão mais val, Estêvão da Guarda
   (Linha 1): Diss'hoj'el-rei: - Pois Dom Foão mais val

Dom Foam disse que partir queria, João Garcia de Guilhade
   (Linha 1): Dom Foam disse que partir queria

Dom Foão, em gram cordura, Pedro Amigo de Sevilha
   (Linha 1): Dom Foão, em gram cordura,

Dom Foão, quand'ogano i chegou, Afonso X
   (Linha 1): Dom Foão, quand'ogano i chegou

Dom Foão, que eu sei que há preço de livão, Afonso Mendes de Besteiros
   (Linha 1): Dom Foão, que eu sei que há preço de livão,
   (Linha 6): de dar grand'alg'a Dom Foam,

[...] E pero Deus há gram poder, Pero Viviães ou Afonso Anes do Cotom
   (Linha 6): de dar grand'alg'a Dom Foam,

Em preito que Dom Foam há, Estêvão da Guarda
   (Linha 1): Em preito que Dom Foam há,

Em tal perfia qual eu nunca vi, Estêvão da Guarda
   (Linha 2): vi eu Dom Foam com sa madr'estar;

En'a primeira rua que cheguemos, Martim Anes Marinho
   (Linha 2): guarnir-nos-á Dom Foam mui bem

Já lhi nunca pediram, Afonso Mendes de Besteiros
   (Linha 2): o castel'a Dom Foam;

Por Dom Foam em sa casa comer, Pero Viviães
   (Linha 1): Por Dom Foam em sa casa comer

Se vós, Dom Foão, dizedes, Estêvão da Guarda
   (Linha 1): Se vós, Dom Foão, dizedes

U noutro dia Dom Foam, D. Dinis
   (Linha 1): U noutro dia Dom Foam

U noutro dia seve Dom Foam, D. Dinis
   (Linha 1): U noutro dia seve Dom Foam
   (Linha 5): per qual razom Dom Foam judeu,

- Vós, Dom Josep, venho eu preguntar, Josepe, Estêvão da Guarda
   (Linha 5): per qual razom Dom Foam judeu,