Antroponínima

Pessoas referidas em cantigas

Dordia Gil



Descrição

Trata-se certamente de Dordia Gil de Soverosa, filha de D. Gil Vasques de Soverosa, e irmã do grande valido de Sancho II, Martim Gil de Soverosa. Os Livros de Linhagens informam-nos que foi monja no mosteiro de Arouca (LV IM9, LL 25B12), mosteiro onde está efetivamente documentada de 1259 a 1269. Pode, no entanto, ter vivido ainda mais alguns anos1.


Referências

1 Pizarro, José Augusto (1999), Linhagens medievais portuguesas: genealogias e estratégias 1279-1325, vol. II, Porto, Centro de Estudos de Genealogia, Heráldica e História da Família da Universidade Moderna, p. 202.
      Aceder à página Web


Cantigas que referem esta pessoa



Deus! Como se forom perder e matar, João Garcia de Guilhade
   (Linha 3): foi Dordia Gil e [er] foi Guiomar