Antroponínima

Pessoas referidas em cantigas

João Martins de Riba de Vizela, o Chora



Descrição

Membro da importante linhagem dos Riba de Vizela, filho de Martim Anes de Riba de Vizela (alferes-mor de Sancho II até c. 1240) e de Estevainha Pais, sobrinha de Gualdim Pais, mestre do ramo português da Ordem do Templo. É irmão de Gil Martins de Riba de Vizela, um dos ricos-homens que acompanharam Sancho II para o seu exílio em Toledo (embora depois venha a ocupar importantes cargos no governo do Bolonhês). D. João Martins está atestado na corte de Sancho II já em 1235, junto do pai e do irmão, estando também documentada a sua presença no período de 1239-12401. Não tendo desempenhado cargos tão relevantes como os seus parentes mais próximos. foi tenente da Maia (1236?-1249?) e da Covilhã. O seu casamento com D. Urraca Abril, filha de D. Abril Peres de Lumiares, terá, porventura, ditado o seu alinhamento político durante a guerra civil de 1245-1248, acompanhando o sogro no apoio ao infante Afonso, futuro Afonso III. Faleceu antes de 1250, certamente ainda jovem2.


Referências

1 Ventura, Leontina (1993), A Nobreza de Corte de Afonso III, Coimbra, diss. Doutoramento policopiada.

2 Pizarro, José Augusto (1999), Linhagens medievais portuguesas: genealogias e estratégias 1279-1325, vol. I, Porto, Centro de Estudos de Genealogia, Heráldica e História da Família da Universidade Moderna, p. 544.
      Aceder à página Web


Cantigas que referem esta pessoa



Ogan[o], em Muimenta, João Soares Somesso
   (Linha 8): e a[r] ela, se se com Chora vai.