Glossário

Aquesto


Significado: isto

Cantigas em que ocorre o termo



A mia senhor atanto lhe farei:, Fernão Gonçalves de Seabra
   (Linha 4): de pram, aquesto lhe nom sofrerei:

A mia senhor, que por mal destes meus, Paio Gomes Charinho
   (Linha 13): E por aquesto cuida que seu prez

Ai eu coitado! e quand'acharei quem, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 23): u a eu viss', e por aquesto nom

- Ai meu amig'e meu lum'e meu bem, Afonso Anes do Cotom
   (Linha 4): que est aquest'ou por que o fazedes?

Ai mia senhor e meu lum'e meu bem!, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 29): E tod'aquesto por mal de mi é,

Ai mia senhor! quero-vos preguntar, Vasco Gil
   (Linha 18): E por aquesto querria saber:

Algũa vez dix'eu em meu cantar, Martim Moxa
   (Linha 22): E meu trobar, aquesto sei eu já

Amiga, bem cuid'eu do meu amigo, Vasco Peres Pardal
   (Linha 11): e por aquest'hei eu maior cuidado:

Amiga, por Deus, vos venh'ora rogar, Gonçalo Anes do Vinhal
   (Linha 25): Mais, pois que el todo aquesto fezer,

Amiga, quem vos [ama], D. Dinis
   (Linha 7): e por aquesto m'é greu.

Amiga, sei eu bem d'ũa molher, D. Dinis
   (Linha 4): mais tod'aquest', amiga, ela quer

Amigas, por Nostro Senhor, João Soares Coelho
   (Linha 5): e por aquest'ando leda;

Assaz é meu amigo trobador, Lourenço
   (Linha 16): E aquesto non'[o] sei eu per mi,

Atal vej' eu aqui ama chamada, João Soares Coelho
   (Linha 8): - se por aquest'ama dev'a seer,

Atanto querria saber, Martim Moxa
   (Linha 22): E tod'aquest'eu padeci,

Cavaleiro, com vossos cantares, Martim Soares
   (Linha 29): E tod'aquesto é mao de fazer

Coidava-m'eu, quand'amor nom havia, Paio Gomes Charinho
   (Linha 19): e por aquesto, bem sei que Amor

Com vossa coita, mia senhor, João Soares Somesso
   (Linha 8): E por aquesto, mia senhor,

Com vosso medo, mia senhor, João Soares Somesso
   (Linha 12): (aquesto sei) des que viver

Como me Deus aguisou que vivesse, D. Dinis
   (Linha 6): e tod'aquesto m'El foi aguisar

Cuidava-m'eu que amigos havia, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 15): Mais aquest'é cousa mui desguisada,

Cuidou-s'Amor que logo me faria, João Garcia de Guilhade
   (Linha 6): e aquesto pod'el fazer mui bem,

D'ũa cousa sõo maravilhado, Pero da Ponte
   (Linha 5): Eu, por aquesto, bem vos jurarei

Da mia senhor que eu servi, D. Dinis
   (Linha 10): e se aquest'é querer mal,

De mia senhor direi-vos que mi avém:, Rui Queimado
   (Linha 10): E pero que tod'aquesto perç'i,

De mort'é o mal que me vem, Fernão Gonçalves de Seabra
   (Linha 15): bem; e por aquesto sei eu,

Desej'eu bem haver de mia senhor, João Airas de Santiago
   (Linha 4): e por aquesto, par Nostro Senhor,

Desfiar enviarom ora de Tudela, Airas Nunes
   (Linha 9): e aquesto lhes faço por partir perfia;

Deus! e que cuidei a fazer, Martim Padrozelos
   (Linha 16): tod'aquesto eu mi o busquei

Dizem, senhor, que um vosso parente, Estêvão da Guarda
   (Linha 5): e se vos el aquesto vem frontar,

Dizem-mi ora que nulha rem nom sei, Galisteu Fernandes
   (Linha 4): por aquesto que vos ora direi:

Do que sabia nulha rem nom sei, Pero Gomes Barroso
   (Linha 9): e por aquesto, no meu coraçom,

Dom Domingo Caorinha, João Servando
   (Linha 9): Por aquesto, Dom Domingo,

Dom Gonçalo, pois queredes ir daqui pera Sevilha, Afonso X
   (Linha 25): Com aquesto que havedes mui mais ca outro compristes;

Donzela, quem quer que poser femença, Estêvão da Guarda
   (Linha 11): em tod'aquesto, quant'é meu ciente,

Estas donzelas que aqui demandam, João Garcia de Guilhade
   (Linha 11): e por aquesto nom se perdeu migo;

Estranho mal e estranho pesar, João Mendes de Briteiros
   (Linha 6): E por aquesto, assi Deus me perdom,

Eu me cuidava, quando nom podia, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 20): E por aquesto hei já sempr'[a] viver

Fiz meu cantar e loei mia senhor, Rui Queimado
   (Linha 11): E se me por aquest'ham desamor,

Fui eu poer a mão noutro di-, Afonso X
   (Linha 27): por mim, mais muit'est aquesto peior

Grave vos é de que vos hei amor, D. Dinis
   (Linha 2): e, par Deus, aquesto vej'eu mui bem;

Hom'a que Deus bem quer fazer, Fernão Garcia Esgaravunha
   (Linha 13): Mais nom pod'aquesto saber
   (Linha 5): e por aquesto vos vim preguntar:

- Joam Baveca, fé que vós devedes, João Baveca, Pero Garcia de Ambroa
   (Linha 5): e por aquesto vos vim preguntar:
   (Linha 5): e bem sei eu porque aquesto faz:

- Joam Soárez, nom poss'eu estar, João Peres de Aboim, João Soares Coelho
   (Linha 5): e bem sei eu porque aquesto faz:

Joana, dix'eu, Sancha e Maria, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 22): E por aquest'eu viver nom querria,

Jurava-m'hoje o meu amigo, Pedro Anes Solaz
   (Linha 15): e por aquesto já lhi rem nom val

Levarom-n'a Codorniz, Gonçalo Garcia
   (Linha 4): aquesto que lh[e] eu digo:
   (Linha 19): e por aquesto te desenganei;

- Lourenço, soías tu guarecer, Lourenço, João Peres de Aboim
   (Linha 19): e por aquesto te desenganei;

Maior Garcia sempr'oi[u] dizer, João Baveca
   (Linha 9): e por aquesto se quer trabalhar,

Maravilho-m'eu, mia senhor, Martim Soares
   (Linha 8): Aquesto dig'eu, mia senhor,

Maria do Grave, grav'é de saber, João Soares Coelho
   (Linha 13): e por aquesto se dev'entender

Maria Pérez, and'eu mui coitado, Pero Mafaldo
   (Linha 22): E se muit'aquesto mi há-de durar

Martim Gil, um homem vil, Estêvão da Guarda
   (Linha 6): e aquesto, Martim Gil,

Meus amigos, quero-vos eu mostrar, João Soares Coelho
   (Linha 16): E por aquest'é 'ssi meu coraçom:

Meus amigos, tam desaventurado, Pedro Amigo de Sevilha
   (Linha 12): e, com tod'aquesto, se Deus mi valha,

Mui desguisado tenho d'haver bem!, João Baveca
   (Linha 7): E por aquesto, se Deus mi perdom,

Muito bem mi podia Amor fazer, Vasco Peres Pardal
   (Linha 15): E tod'aquesto nom poss'eu sofrer

Muitos a que Deus quis dar mui bom sem, Pero Guterres
   (Linha 5): - sei-m'eu aquesto e al sei de mi:

Muitos me dizem que servi doado, Afonso Sanches
   (Linha 16): houvi a levar aquesto da melhor
   (Linha 16): que, se s'aquesto per mi nom souber,

Muitos vej'eu que se fazem de mi, João Peres de Aboim ou Anónimo 2
   (Linha 16): que, se s'aquesto per mi nom souber,

Nom tenh'eu que coitados som, João Soares Somesso
   (Linha 18): E tenh'aquesto por melhor:

Nostro Senhor! e ora que será, Rui Queimado
   (Linha 29): A la fé, nenlhur, aquesto sei já!
   (Linha 6): ou mia morte (se m'aquesto nom der)

Nostro Senhor, que mi a mim faz amar , Anónimo ou João Peres de Aboim
   (Linha 6): ou mia morte (se m'aquesto nom der)

Nunca coitas de tantas guisas vi, João Soares Coelho
   (Linha 17): e tod'aquesto, senhor, coitas som;

Nunca tam gram coita sofri, Airas Engeitado
   (Linha 24): ca já per aquesto guari.

O meu amigo há de mal assaz, D. Dinis
   (Linha 4): e tod'aquesto vedes que lho faz:

O meu amigo, que me quer gram bem, Gonçalo Anes do Vinhal
   (Linha 5): por aquesto que vos quero dizer:

O por que sempre mia madre roguei, João Peres de Aboim
   (Linha 15): e, poilo ela por aquesto faz,

O que vos nunca cuidei a dizer, D. Dinis
   (Linha 8): E tod[o] aquesto mi fez fazer

Oí eu sempre, mia senhor, dizer, Paio Gomes Charinho
   (Linha 10): aquesto diz; e o que assi tem

Oí ora dizer que vem, João Lopes de Ulhoa
   (Linha 5): como pod'aquesto fazer:

Ora nom poss'eu já creer, João Soares Somesso
   (Linha 28): E por aquesto me nom val!

Ora veerei, amiga, que fará, João Baveca
   (Linha 10): e por aquest'as guardas tantas som

Ora vej'eu que est aventurado, Pero Garcia de Ambroa
   (Linha 4): senom aquesto que há já cobrado:

Ora vej'eu que fiz mui gram folia, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 5): ca por aquesto que eu dixe ali,

Pedr'Amigo duas sobêrvias faz, Lourenço
   (Linha 3): o trobar, aquesto sei eu mui bem;

Pero m'eu hei amigos, nom hei ni um amigo, João Soares Coelho
   (Linha 13): tod'aquest'eu entend'e quem mais quiser entenda:

Pero m'eu moiro, mia senhor, Bernal de Bonaval
   (Linha 8): E por aquesto, mia senhor,
   (Linha 28): per aquest', a sa fazenda daquestes.

- Pero Martiins, ora por caridade, Pero Martins, Vasco Gil
   (Linha 28): per aquest', a sa fazenda daquestes.

Pero que mia senhor nom quer, Fernão Rodrigues de Calheiros
   (Linha 16): aquesto que lh'eu rogarei

Pois de mia morte gram sabor havedes, Pero da Ponte
   (Linha 8): mais sempr'aquesto rogarei a Deus:

Pola verdade que digo, senhor, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 6): por aquesto, mais enquant'eu viver,

- Por Deus, amiga, provad'um dia, Vasco Peres Pardal
   (Linha 5): ca sei eu aquesto, per boa fé,

Por Deus, punhade de veerdes meu, D. Dinis
   (Linha 19): E por aquesto nom hei eu poder

Por mal de mi me fez Deus tant'amar, Fernão Velho
   (Linha 4): dela nem d'al; e pois m'aquest'avém,

Por nom saberem qual bem desejei, Fernão Gonçalves de Seabra
   (Linha 4): dig'eu aquest'e aquesto direi:

Quam muit'eu am'ũa molher, Fernão Garcia Esgaravunha
   (Linha 24): por aquesto, per bõa fé.

Quand'eu um dia fui em Compostela, Pedro Amigo de Sevilha
   (Linha 29): e por aquesto vos venho rogar

Quant'há, senhor, que m'eu de vós parti, D. Dinis
   (Linha 10): e aquesto direi-vos por que [é]:

Que estranho que m'é, senhor, D. Dinis
   (Linha 12): e aquesto passou assi:

[Nostro Senhor] me guisou de viver, Anónimo 4
   (Linha 13): E por aquesto nunca perderei
   (Linha 7): Por aquesto que vos rogo, senhor,

[...] que me vós nunca quisestes fazer, Anónimo 2 ou João Peres de Aboim
   (Linha 7): Por aquesto que vos rogo, senhor,

Que mui de grad'eu querria fazer, Paio Gomes Charinho
   (Linha 22): E por aquesto bem vej'eu que nom

Que muito bem fez Deus a mia senhor, Rui Martins do Casal
   (Linha 7): Muito bem lhi fez, aquesto sei eu,

Quem a sa filha quiser dar, Pero da Ponte
   (Linha 11): aquesto pode bem jurar:

Quem bõa dona gram bem quer, João Soares Somesso
   (Linha 13): e se lh'hom'aquesto nom faz,

Quem mi ora quisesse cruzar, Pedro Amigo de Sevilha
   (Linha 14): u el foi tod'aquest'osmar.

Quer'eu a Deus rogar de coraçom, Nuno Fernandes Torneol
   (Linha 8): oir-mi-á 'questo que Lh'eu rogarei
   (Linha 16): hoje no mund', aquesto sei eu bem,

Quer'eu agora já meu coraçom, Afonso Fernandes Cebolhilha ou Mem Rodrigues Tenoiro
   (Linha 16): hoje no mund', aquesto sei eu bem,

Quer'eu, amigas, o mundo loar, João Garcia de Guilhade
   (Linha 19): [E] quem aquesto nom tever por bem

Querri'agora fazer um cantar, Pero Garcia de Ambroa
   (Linha 17): e per aquesto perder-s'-á comigo
   (Linha 14): e nom sõo por aquesto ladrom.

- Rei D. Afonso, se Deus vos perdom, Afonso X, Vasco Gil
   (Linha 14): e nom sõo por aquesto ladrom.

Rogaria eu mia senhor, João Nunes Camanês
   (Linha 10): ous'e tod'aquesto mi avém

Sanhudo m'é meu amig'e nom sei, Pero de Berdia
   (Linha 5): e por aquesto nom tenh'eu em rem

Se eu a Deus algum mal mereci, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 6): e pois mi aquesto fez Nostro Senhor,
   (Linha 4): E por aquest', ora, per bõa fé,

Se eu podess'ir u mia senhor é, Mem Rodrigues Tenoiro ou Afonso Fernandes Cebolhilha
   (Linha 4): E por aquest', ora, per bõa fé,

Se vos prouguess', Amor, bem me devia, Fernão Padrom
   (Linha 13): E por aquest', Amor, gram bem seria

Sempr'eu punhei de servir mia senhor, Vasco Peres Pardal
   (Linha 10): senom aquest'; e avém-m'end'assi:

Sempr'eu, senhor, mia morte receei, Estêvão da Guarda
   (Linha 4): por aquesto que vos ora direi:

Sempr'eu, senhor, roguei a Deus por mi, João Lopes de Ulhoa
   (Linha 7): E per aquesto quero eu provar

Senhor fremosa e de mui loução, D. Dinis
   (Linha 19): qual maior poss'e tod'aquest'avém

Senhor fremosa, des quando vos vi, Afonso Fernandes Cebolhilha
   (Linha 20): e por aquesto entenderám, senhor,

Senhor fremosa, já nunca será, Anónimo 4
   (Linha 15): E por aquesto, mia senhor, mais val

Senhor fremosa, pois vos vi, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 9): aquest', e posso bem jurar,

Senhor fremosa, quant'eu cofondi, Fernão Garcia Esgaravunha
   (Linha 12): e se mi aquesto contra vós nom val,

Senhor fremosa, queria saber, Anónimo 4
   (Linha 16): u vos aquesto preguntado for:

Senhor fremosa, vejo-me morrer, Afonso Mendes de Besteiros
   (Linha 4): por aquesto que vos quero dizer:

Senhor fremosa, vejo-vos queixar, Rui Queimado
   (Linha 12): d'eu por aquesto já morte prender,

Senhor, cuitad'é o meu coraçom, D. Dinis
   (Linha 9): e tod'aquesto é des que, senhor,
   (Linha 19): ca por aquesto se partiu del Amor;

- Senhor, eu quer'ora de vós saber, Pero Garcia Burgalês, Anónimo
   (Linha 19): ca por aquesto se partiu del Amor;

Senhor, justiça viimos pedir, Afonso X
   (Linha 12): e se aquesto sofredes, bem lheu

Senhor, pois Deus nom quer que mi queirades, Martim Soares
   (Linha 5): e se mi aquesto queredes creer,

Senhor, por vós hei as coitas que hei , João Baveca
   (Linha 10): E por aquesto nom poss'entender

Sueir'Eanes, nunca eu terrei, Pero da Ponte
   (Linha 12): e por aquesto maravilho-m'eu

Tam grave dia vos eu vi, Airas Engeitado
   (Linha 5): E pois a vós aquest'é greu,

Tam muito mal mi fazedes, senhor, D. Dinis
   (Linha 10): e por aquesto Deus nom mi perdom

Tant'é Meliom pecador, D. Dinis
   (Linha 11): quant'aquest'é, amigos meus:

Tanto sei eu de mi parte quant'é de meu coraçom, Airas Carpancho
   (Linha 4): E por aquest', alongada querria, per bõa fé,

Tod'home que Deus faz morar, Fernão Garcia Esgaravunha
   (Linha 14): enquant'en'aquesto cuidar.

Vedes agora que mala ventura, Vasco Peres Pardal
   (Linha 11): mais aquesto tem el mui desguisado:

Vej'eu as gentes andar revolvendo, Pero Mafaldo
   (Linha 4): e já m'eu aquesto vou aprendendo

Vistes, filha, noutro dia, João Nunes Camanês
   (Linha 20): por aquesto, que por al nom,

Vós, que vos em vossos cantares meu, D. Dinis
   (Linha 4): e por aquesto, senhor, vos mand'eu