Toponínima

Lugares referidos em cantigas

Ermida de S. Servando



Descrição

Possivelmente em Santa Maria de Barxeles, Ourense

Cantigas que referem este lugar:



A Sam Servand', u ora vam todas orar, João Servando
   (Linha 1): A Sam Servand', u ora vam todas orar,

A Sam Servand'em oraçom, João Servando
   (Linha 1): A Sam Servand'em oraçom

A Sam Servando foi meu amigo, João Servando
   (Linha 1): A Sam Servando foi meu amigo

Disserom-mi ca se queria ir, João Servando
   (Linha 19): A Sam Servando foi em oraçom

Donas vam a Sam Servando muitas hoj'em romaria, João Servando
   (Linha 1): Donas vam a Sam Servando muitas hoj'em romaria,

Filha, o que queredes bem, João Servando
   (Linha 17): e foi ora a Sam Servando

Fui eu a Sam Servando por veer meu amigo, João Servando
   (Linha 1): Fui eu a Sam Servando por veer meu amigo,

Ir-se quer o meu amigo, João Servando
   (Linha 14): oraçom a Sam Servando

Ir-vos queredes, amigo, João Servando
   (Linha 25): A Sam Servand'irei dizer

Mia madre velida, e nom me guardedes, João Servando
   (Linha 2): d'ir a Sam Servando, ca, se o fazedes,

Ora vam a Sam Servando donas fazer romaria, João Servando
   (Linha 1): Ora vam a Sam Servando donas fazer romaria

Quand'eu a Sam Servando fui um dia daqui, João Servando
   (Linha 1): Quand'eu a Sam Servando fui um dia daqui

Se meu amig'a Sam Servando for, João Servando
   (Linha 1): Se meu amig'a Sam Servando for

Triste and'eu velida, e bem vo-lo digo, João Servando
   (Linha 6): fui a Sam Servando, se o ve[e]ria;