Toponínima

Lugares referidos em cantigas

Leão



Descrição

Um dos reinos da Península Ibérica Medieval, que se uniu a Castela com Fernando III (1230)

Cantigas que referem este lugar:



Ai amor, amore de Pero Cantone, Fernão Soares de Quinhones
   (Linha 30): que mora muit'acerca de Leone.

Andei, senhor, Leon e Castela, João Airas de Santiago
   (Linha 1): Andei, senhor, Leon e Castela

En'a primeira rua que cheguemos, Martim Anes Marinho
   (Linha 20): nom destas maas feitas de León,

Já lhi nunca pediram, Afonso Mendes de Besteiros
   (Linha 15): "Em fronteira de Leon",

O que Balteira ora quer vingar, Pero Garcia de Ambroa
   (Linha 5): mais começ'ant'em reino de Leon,

Que muito mi de Fernam Diaz praz, Pero Garcia Burgalês
   (Linha 20): e trasnoitou sobr'um hom'a Leon,
   (Linha 3): em Leon e nos veestes veer,

- Rui Martĩiz, pois que ést[e] assi, Rui Martins (Cantom?), João Airas de Santiago
   (Linha 3): em Leon e nos veestes veer,