Toponínima

Lugares referidos em cantigas

Jaén



Descrição

Cidade da Andaluzia. Cabeça de um reino próprio e uma das maiores cidades do Al Andaluz muçulmano, foi conquistada por Fernando III em 1246. Nas décadas posteriores permaneceu, no entanto, no centro da instabilidade andaluza, nomeadamente aquando da revolta dos mudejares, nos anos 1264-1266, e também da invasão dos benimerins, em 1275.

Cantigas que referem este lugar:



Ai Santiago, padrom sabido, Paio Gomes Charinho
   (Linha 4): mirarei, madre, as torres de Jeen.
   (Linha 25): sobre si quanto se fez em Jaen

- Pedr'Amigo, quero de vós saber, Vasco Peres Pardal, Pedro Amigo de Sevilha
   (Linha 25): sobre si quanto se fez em Jaen
   (Linha 4): levastes, quando fomos a Jeen;

- Pero da Ponte, ou eu nom vejo bem, Pero da Ponte, Afonso Anes do Cotom
   (Linha 4): levastes, quando fomos a Jeen;

Um cavaleiro se comprou, Martim Soares
   (Linha 2): pera quitar-se de Jaen,

Um infançom mi há convidado, Nunes
   (Linha 10): mais jurei antan'em Jaen,