Nota geral

Tal como a tenção entre João Soares Coelho e Picandon, também esta composição de Estêvão da Guarda apresenta

Ver mais...


Contrafactum

Estêvão da Guarda

Donzela, quem quer que poser femença
em qual vós sodes e de que logar,
e no parecer que vos Deus quis dar,
entender pode, quant'é mia creença,
que, pois vos querem juntar casamento,
nom pod'haver i nẽum partimento
senom se for per vossa negrigença.


E quem bem vir o vosso contenente
e as feituras e o parecer
que vós havedes, bem pod'entender
em tod'aquesto, quant'é meu ciente,
que, bem ali u vós casar queredes,
nom se partirá que i nom casedes
senom per serdes vós i negrigente.


Ca sei eu outra nom de tal doairo
nem de tal logar come vós, de pram,
com aguça que tomou de talam
de casar cedo, nom houv'i contrairo;
por en vos compre, se casar cuidades,
de negrigente que sodes, sejades
mui aguçosa, sem outro desvairo.


Modelo

Sordelo

Lai a.n Peire Guillem man ses bistenza,
qu'ancar non a de lauzar pro aprés,
qu'anc mais non vim lauzor que pro tengués
si.l laus passèt del lauzat sa valenza!
Que tròp lauzar destriga la lauzor
del tròp lauzat e blasma.l lauzador
lai on vertatz repren sa conoissenza.


A madòmna de Fois man per sa honor
que no.l plassa desmesur'en lauzor,
que tròp lauzar es blasmés e faillenza.


 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra




Pautas

Não disponível


Fonte manuscrita

Ver manuscrito
[MODÈNE, B. Estense, &?alpha;, R, 4
Folio: f. 258v]




Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas