João Soares Somesso


 Com vossa coita, mia senhor,
já de tod'al coita perdi;
  ca [a] tod'home avém assi,
 desto seede sabedor:
5que nom pod'home coit'haver
que nom haja log'a perder
des que lh'outra chega maior.
  
E por aquesto, mia senhor,
des aquel dia que vos vi,
10doutra gram coita me parti.
Assi me coitou voss'amor
que me fez tod'escaecer:
atam muit'houve que veer
na vossa, que me faz peor!



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

O trovador diz à sua senhora que, desde que sofre por ela, esqueceu qualquer outro sofrimento - pois é isso que acontece a toda a gente: sempre uma dor maior faz desaparecer as dores mais pequenas.
É possível que a composição esteja incompleta (como parece, aliás, indicar, o espaço em branco que segue estas estrofes no Cancioneiro da Ajuda).



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amor
Mestria
Cobras uníssonas
Palavra(s)-rima: mia senhor (v. 1 de cada estrofe)
Mozdobre: perdi/ perder, vi/ veer (vv. 2 e 6 de cada estrofe)
(Saber mais)


Fontes manuscritas

A 25, B 118

Cancioneiro da Ajuda - A 25

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 118


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas