Bernal de Bonaval


Fremosas, a Deus grado, tam bom dia comigo,
 ca novas mi disserom ca vem o meu amigo;
 ca vem o meu amigo,
tam bom dia comigo.
  
5Tam bom dia comigo, fremosas, a Deus grado,
ca novas mi disserom ca vem o meu amado;
ca vem o meu [amado]
fremosas, a Deus grado.
  
Ca novas mi disserom que vem o meu amigo
   10e and'end'eu mui leda, pois tal mandad'hei migo;
pois tal mandad'hei migo
ca [vem o meu amigo].
  
Ca novas mi disserom ca vem o meu amado
e and'[end]'eu mui leda, pois mig'he[i] tal mandado;
15pois mig'he[i] tal mandado
que vem o meu amado.



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

Dirigindo-se às suas amigas formosas, a donzela rejubila com a notícia da chegada iminente do seu amigo



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amigo
Mestria
Cobras alternadas
(Saber mais)


Fontes manuscritas

B 1135, V 726
(C 1135)

Cancioneiro da Biblioteca Nacional - B 1135

Cancioneiro da Vaticana - V 726


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Fremosas, a Deus grado 

Versão de Higini Anglès

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas