Rui Queimado
Trovador medieval


Nacionalidade: Portuguesa

Notas biográficas:

Trovador português, ativo em meados do século XIII. A sua linhagem, certamente da pequena nobreza, está documentada na região da bacia do rio Vez, afluente do Lima, havendo igualmente notícia da criação do trovador na localidade de S. Salvador de Sabadim (Valdevez)1. As suas cantigas satíricas, versando temas e personagens igualmente satirizados por autores do círculo de Afonso X, parecem indicar que esteve em Castela na década de 40, eventualmente acompanhando os Sousa, num percurso talvez semelhante ao de João Garcia de Guilhade. Desconhecemos, no entanto, os dados concretos deste percurso, bem como da sua biografia.


Referências

1 Oliveira, António Resende de (1994), Depois do espectáculo trovadoresco. A estrutura dos cancioneiros peninsulares e as recolhas dos séculos XIII e XIV, Lisboa, Edições Colibri.

Ler todas as cantigas (por ordem dos cancioneiros)


Cantigas (por ordem alfabética):


Agora viv'eu como querria
Cantiga de Amor

Cuidades vós, mia senhor, que mui mal
Cantiga de Amor

De mia senhor direi-vos que mi avém:
Cantiga de Amor

Deste mund'outro bem nom querria
Cantiga de Amor

Direi-vos que mi aveo, mia senhor
Cantiga de Amor

Dize[m]-mi ora que nom verrá
Cantiga de Amigo

Dom Estêvam, em grand'entençom
Cantiga de Escárnio e maldizer

Dom Marco, vej'eu muito queixar
Cantiga de Escárnio e maldizer

Fiz meu cantar e loei mia senhor
Cantiga de Amor

Nostro Senhor Deus! e por que neguei
Cantiga de Amor

Nostro Senhor! e ora que será
Cantiga de Amor

Nunca fiz cousa de que me tam bem
Cantiga de Amor

O Demo m'houvera hoj'a levar
Cantiga de Escárnio e maldizer

O meu amig', ai amiga
Cantiga de Amigo

O meu amigo, que me mui gram bem
Cantiga de Amigo

Pois que eu ora morto for
Género incerto

Por mia senhor fremosa quer'eu bem
Género incerto

Preguntou Joam Garcia
Género incerto

Quando meu amigo souber
Cantiga de Amigo

Querri'agora saber de grado
Cantiga de Escárnio e maldizer

Sempr'ando cuidando em meu coraçom
Cantiga de Amor

Senhor fremosa, vejo-vos queixar
Cantiga de Amor

Senhor, que Deus mui melhor parecer
Cantiga de Amor


Autoria duvidosa:


Pois minha senhor me manda
Cantiga de Amor